Postagens sobre autoconhecimento

Meditar e fazer o bem nos aproxima da felicidade

Felicidade - Chirles Oliveira - 6 de março de 2018

Muitas pessoas pensam sobre o que as tornam felizes, mas no fundo acham complicado viver esse desejo tão intrínseco no cotidiano. Atolados pelos afazeres como trabalho, estudos, trânsito, obrigações, e até a demanda com as redes sociais, a pessoas veem o dia passar e a felicidade não chegar. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Aprenda a ser forte e voe!

Felicidade - Jared Amarante - 30 de junho de 2017

Antes de escrever essa crônica, pensei na profundidade contida na frase do escritor Antoine de Saint-Exupéry, que disse: “É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas”. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Não olhe para trás, por favor

Felicidade - Jared Amarante - 23 de junho de 2017

O que temos aprendido nessa vida? Qual nosso real propósito em acordar todos os dias? Temos sentido como é magnífico respirar ou estamos sempre no automático? As perguntas representam o primeiro passo para transformação. Já pensou, então, no que precisa mudar hoje em sua rotina? Continuar Lendo

Continuar Lendo

Continue andando. Acredite em você e em seus sonhos

Felicidade - Jared Amarante - 16 de junho de 2017

Muitas pessoas, todos os dias, são enterradas ainda em vida. Isso é triste, né? Mas é real. Acontece dessa forma quando esquecemos os sonhos, quando achamos que alguém é responsável por nos fazer felizes, quando nos contentamos com o mais ou menos que a existência nos apresenta.

Continuar Lendo

Continuar Lendo

Fale dos seus sentimentos, AGORA!

Felicidade - Jared Amarante - 9 de junho de 2017

Quantas vezes, essa semana, você foi capaz de dizer que ama? Mas não há tempo para fazer isso, né? Existem muitas contas para pagar, modelos para seguir nas redes sociais, horas para perder na esteira, que, às vezes, leva para o nada. Não houve tempo de expressar algum sentimento porque sua cabeça está explodindo com excesso de trabalho, estudo e, quase sempre, com tantas coisas que lhe sorri nas vitrines, não é mesmo?

Continuar Lendo

Continuar Lendo

Você aposta mais na Felicidade ou na Expectativa?

Felicidade - Janaína Sofia - 25 de maio de 2017

Aposte na sua felicidade e jogue sua lista de expectativas no lixo. Isso mesmo!

As expectativas que vamos colecionando  ao longo da idade apenas servem para se transformar em um acúmulo de frustrações durante a jornada. A expectativa que temos da vida, de nós mesmos e dos outros são diretamente proporcionais às frustrações que vamos somatizando ao longo do caminho.

Na maioria das vezes, a vida passa longe daquele plano que escrevemos no caderninho de cinco anos atrás. A vida não é exata como uma equação matemática, que se não seguirmos exatamente conforme as regras, o resultado é  incorreto. Muito pelo contrário, a vida é um constante experimento, uma eterna mudança, uma experiência sem lógica que resulta em coisas boas e ruins.
E a felicidade não tem nada a ver com a experiência ter sido positiva ou negativa. A felicidade depende apenas de nós, depende da interpretação e do ponto de vista que damos a nossa experiência.
Ser feliz não é sinal de que tudo saiu como no protocolo, como no planejado. Ser feliz transcende qualquer planejamento de vida. Ser feliz depende da atitude positiva que conseguimos dar aos fatos,  sendo eles negativos ou positivos.
Felicidade nada tem a ver com o modelo de família de propaganda de margarina que pode ser por sinal muito chata. Felicidade transcende qualquer modelo, pois a felicidade é um estado de espírito e uma intenção positiva a todos os acontecimentos terrenos sejam tristes ou alegres.
Felicidade exige permissão para entrar, pois quem não se permite ser feliz, pode ter vida de ator de Hollywood que mesmo assim vai estar submerso a tristeza e depressões.
Não quero dizer para se planejar menos, mas que possamos ser mais flexíveis quando o inusitado bater à nossa porta, pois é apenas com resiliência e flexibilidade que podemos aceitar os fatos como eles são e darmos o positivo significado que eles merecem,  resultando em felicidade plena e abundante, pois afinal todos merecemos ser feliz.
Planeje, mas seja flexível o suficiente para aceitar as variáveis intermitentes ao longo da jornada. Signifique os fatos positivamente, indiferentemente, se eles são bons ou ruins. Abra seu coração e seja feliz em abundância, porque a vida é uma só e todos merecem uma chance.
Se gostou desse artigo, leia também meu texto sobre a Gratidão.
Se gostou, comente, compartilhe, queremos saber o que você deseja ler no blog.
Sua opinião pode ser minha inspiração para o próximo texto!
Continuar Lendo

Respire, mude, coragem para ser feliz

Colunistas, Felicidade - Jared Amarante - 5 de maio de 2017

Você vai continuar agindo assim até seu último dia? É isso mesmo o que escolheu para sua vida inteira? Que sentido você encontra no que está procurando, fazendo, pensando e sentindo? Escolher mudar, sem dúvidas, nos traz rupturas, medos, confusão e, muitas vezes, bastante sofrimento, porque se conformar é sempre mais fácil.
 
Mas será que não é de uma mudança que você precisa?
 
Nem toda transformação pode ser ruim. O que custa arriscar? Às vezes, mesmo nas inquietações, é preciso deixar a tranquilidade aparecer, porque nunca saberemos o que existe atrás do medo.
 
Muitos, após anos de insatisfação, começam a trocar o trabalho que lutou para conquistar, mas que já não lhe traz mais prazer. Terminam o relacionamento de décadas porque já não sentem que essa é a pessoa a qual gostariam de envelhecer ao lado. Retiram sonhos do armário do conformismo e vestem como roupas da coragem. Afinal, renovar-se pode salvar uma existência. Será que a sua não precisa disso?
 
Há dias, ou quase todos, em que sentimos falta de explorar nossa criatividade e liberdade, não é mesmo? Quem nunca se sentiu asfixiado pelo passado? Desta forma, o que estamos esperando para mudar? Mudanças tão profundas podem gerar lágrimas e sorrisos, desconforto e libertação, paz e confusão, mas não podem se comparar ao sentimento de pertencimento de si mesmo, o que faz todo sentido, mesmo sofrendo muito no início da mudança, para ter a sensação de que você não está existindo, e sim vivendo. E viver, por vezes, pode significar deixar ir tudo aquilo que há anos “pareceu” ser o sentido da sua vida. Apenas pareceu.
 
Sendo assim, se arrisque a trocar a música que sempre toca em seu carro. Outras canções podem fazer bem aos ouvidos e ensinar novas formas de dançar, por isso relaxe. Se permita conhecer novas pessoas, pois quase sempre elas têm muito a ensinar. Sinta-se capaz para estudar algo novo, porque isso pode lhe trazer imenso prazer. Use suas roupas mais bonitas para ir a qualquer lugar, pois você não sabe se terá oportunidade de usá-las amanhã.
 
Mas, diante disso, quais são seus reais medos? O que acontecerá se você ouvi-los? E o que poderá ganhar se ignorar seus temores? Será que você vai refletir, agora, sobre essas perguntas?
Lembre-se que você é a única pessoa responsável por ser feliz. Então, não se prenda demais para que um dia, caso lhe digam adeus, você não desista de seus sonhos e projetos. Saiba que ser feliz implica em arriscar, fazer, testar, experimentar e, por fim, descobrir se é aqui ou ali aonde você desejar estar.
 
Mas, nunca desista de estar em paz. Ao invés de se perguntar o porquê dos acontecimentos, procure o aprendizado que eles trazem, mesmo que seja nas perdas e sacrifícios. Algumas mudanças são impostas pela vida, ou seja, alguém que não quer mais estar conosco ou alguém que faleceu. Mas nunca, leram bem? Nunca nos esqueçamos do que diz Viktor Franki: 

Quando um ser humano tem um “para que” pode atrevessar qualquer “como” 

 
E você, para onde está indo?  
 
*banco de imagem Pixabay
Continuar Lendo

Baleia Azul: um grito da dor humana

Felicidade - Jared Amarante - 28 de abril de 2017

Baleias azuis são apenas animais, que não tem culpa do que os seres humanos fazem.  Mas esse nome, aparentemente delicado e inofensivo – dado ao jogo que incentiva o suicídio -, tem trazido muitas verdades: estamos num mundo de pessoas depressivas, sobretudo, os adolescentes, que em formação de caráter, são mais suscetíveis a influências. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Indo além do muro

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 26 de abril de 2017

Há duas semanas calei a minha voz neste blog. Difícil escrever com tantos acontecimentos ruins em volta: a delicada situação de saúde da Maria Luisa (quer conhecer o que aconteceu com ela? clique aqui), bomba química lançada de um lado, resposta com mísseis de outro, testes nucleares, descobertas de níveis de corrupção que, mesmo conscientes que seja uma prática comum no mundo do poder – seja ele qual for – nos surpreende pelo volume e proporção. A tristeza me invadiu e me fez calar. Continuar Lendo

Continuar Lendo

A quem pertence seu futuro?

Felicidade - Camila Napolitano - 26 de abril de 2017

 

  • Indico a leitura, escutando essa linda música do Yiruma “River flows in you”.

Seu futuro é seu e essa é uma reflexão que deve ser feita diariamente.

Quantos dos seus sonhos são realmente seus e quantos dos seus sonhos são futuros que foram impostos à você?

Minha missão hoje é fazer você refletir sobre o caminho que tem seguido e sobre quem tem trilhado por você: a sociedade, seus pais, sua família, um grupo político?

Hoje te convido a fechar os olhos por uns minutos e pensar sobre seu futuro, sobre onde VOCÊ se vê daqui a uns anos: Você está feliz? O que te trouxe essa felicidade? Você é reconhecido (a) ? Você já escolheu sua profissão ou carreira? Está feliz com essa escolha? Você já encontrou seu parceiro ou ainda busca um amor idealizado? O que seu coração sente quando pensa sobre essas questões?

Feche os olhos e realmente pense em tudo isso, pense no que você gostaria de ser que você ainda não é. O que você gostaria de manter e o que gostaria de descartar? Conecte-se com você sem ruídos externos.

Te convido a pensar no futuro como infinitas possibilidades. Como escolhas, oportunidades e conquistas em que VOCÊ é a peça principal. O protagonista do seu destino.

Depois de refletir sobre o que você realmente quer e sobre como pode ser o futuro,  te convido a pensar no que você pode fazer para que esse futuro se torne REALIDADE. Pensar não de forma vazia, não somente de um jeito sonhador: “Ah! Seria lindo se fosse assim!”.

Decida e aja para que tudo seja do jeito que você QUER. Escreva num papel como cada área da sua vida está e como você a imagina no futuro, alimentando-se da voz que vem do coração, do seu sentir. Então, declare: “O que posso fazer HOJE para que eu chegue lá?”.

Faça um compromisso com você mesmo (a)!

Não entregue a vida à sorte, ao acaso. Pelo contrário, assuma um compromisso com o seu sonho. O que pode ser feito HOJE para alcançar esse futuro?

Lembre-se de focar na ação, no AGORA!

O que você pode fazer hoje para que as coisas mudem? E principalmente, pense não no que os outros esperam de você, não nas expectativas que foram criadas para você, mas sim, naqueles sonhos que são só seus.

Seu futuro de hoje é seu presente de amanhã!

Clichê? Talvez, mas é no clichê que moram os maiores ensinamentos e que muitas vezes, deixamos para lá.

Foque sempre no presente, no que ele pode te proporcionar para que seus sonhos e quem você quer ser se torne real. Lembre-se que esse é um caminho, que muita coisa pode mudar. Que desvios acontecem, faz parte. Mas que eles não podem derrubar o que vem do seu coração. Quando você acredita em algo, nenhum problema atrapalha, transforma-se em fortaleza.

A ansiedade, às vezes, vem, por conta de expectativas que criamos, pois esperamos muitas coisas, mas que não fazemos nada para que ela seja suprida. Mas o que tem me ajudado muito no meu processo de auto-conhecimento é respirar e pensar: “Qual é o passo que posso tomar HOJE para que o que eu quero aconteça?”. Nem que for uma coisa que pareça mínima, faça!

E assim, acredite, haja hoje, faça seu presente ser motivo de gratidão e pinte seu futuro com pinceladas que te façam crer que é aos poucos que a vida vai dando certo.

Seja exemplo de compromisso com você mesmo e seja quem você sempre quis ser e acredite em você, tanto quanto EU acredito.

Gratidão!

 

Continuar Lendo