Postagens sobre Relacionamentos

Não adore as pessoas. Ame-as

Felicidade - Jared Amarante - 9 de abril de 2019

Eu sei que não é amor, mas você está com dificuldade em perceber isso, não é mesmo? O que sente é uma adoração. E quando adoramos, queremos, ao final da vida, um acerto de contas com o adorado, porque quem adora espera algo, quem ama não. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Baleia Azul: um grito da dor humana

Felicidade - Jared Amarante - 28 de abril de 2017

Baleias azuis são apenas animais, que não tem culpa do que os seres humanos fazem.  Mas esse nome, aparentemente delicado e inofensivo – dado ao jogo que incentiva o suicídio -, tem trazido muitas verdades: estamos num mundo de pessoas depressivas, sobretudo, os adolescentes, que em formação de caráter, são mais suscetíveis a influências. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Demonstre, ou perderá seu amor

Felicidade - Jared Amarante - 31 de março de 2017

A gente sempre se pergunta o porquê de algumas pessoas serem completamente diferentes do que imaginamos. E aí fica a sensação de que o ruim é criar expectativas. Mas viver sem elas não seria, talvez, uma forma de negar o que sentimos? Mas , fique atento: demonstre, ou perderá seu amor! Continuar Lendo

Continuar Lendo

Você tem valor diante da vida

Felicidade - Jared Amarante - 10 de março de 2017

Imagem do Pixabay

Todos, em algum momento, dessa instável existência, já se perguntou o que é viver? Sentir? Se relacionar? Pode ser que sim, porém pode ser que não, e isso certamente é muito triste. Porém, sem desespero, ainda há tempo de refletir – mas talvez não haja sempre -, e perceber que dificuldades sempre vão existir, mas elas não podem tirar a graça da vida. Porque diante de uma situação você tem duas escolhas: vê-la como uma tragédia ou uma grande oportunidade.

Claro que as coisas, na prática, não são tão simples quanto gostaríamos. Contudo, o equilíbrio é o melhor caminho para todas as ocasiões, justamente por não nos permitir vacilar ao extremo. Mas e quando as pessoas não são equilibradas e querem impedir que sejamos? Demonstre amor. Porque às vezes os seres humanos só precisam se sentir especiais.

Isso nem sempre será fácil, pois vivemos em constante oscilação sentimental, tentando se encaixar em cantos onde já fomos expulsos ou, pior ainda, se recusando a aceitar que nem todas as pessoas vão nos querer bem. No entanto, o valor que possuímos – por termos uma alma repleta de talentos e chances de recomeçar -, não se perde por isso.

E se não se perde, trate de reconhecê-lo. Perceba que por mais que você faça, alguns não se importarão. Que por mais que oferte amor, muitos não retribuirão. Que por mais linda que seja a flor, ela pode feri-lo.

Portanto, vale sempre lembrar que nada está perdido, nem as coisas e nem as pessoas, por isso, vos imploro, mantenham a esperança e, por favor, saibam perdoar os outros e a si . E, simplesmente, reconheçam seu valor ilimitado diante da vida que lhe foi emprestada.

Apenas emprestada…

Então, seja grato!

 

Continuar Lendo

PARA QUE SERVE SEU PASSADO?

Colunistas - Jared Amarante - 11 de novembro de 2016

Pessoas nostálgicas, guardiãs de presentes antigos, e adeptas das lembranças, costumam viver apegadas a tudo que já passou. Mas por que agimos assim se nada realmente é eterno? Por que nos desesperamos se o felizes para sempre não existe na vida real? Por que queremos provar, a todo custo, que precisamos ter alguém ao nosso lado para a vida fazer sentido? Por que estamos excessivamente apegados se o outro não é, nunca foi, e nunca será nossa propriedade?

O passado serve para nos fazer aprender alguma coisa, que, essencialmente, assim como ele, deve ficar lá atrás, porque a vida só acontece quando olhamos para frente. Não é verdade? No entanto, quantos de nós temos olhado para trás mais do que deveríamos e com isso temos nos sentindo incapazes? Desvalorizados? Perdidos? Dizer adeus ao que foi bom ou ruim será sempre muito difícil, mas é um processo necessário para adquirirmos maturidade emocional, pois muitas experiências ainda estão por vir.

O que ficou lá atrás não pode ser mudando, ainda que tenhamos extraído muito conhecimento dos fatos. Contudo, podemos fazer novas escolhas, acertos, e, por fim, percebermos que há momentos onde se desapegar se torna uma questão de sobrevivência. Ou viveremos com esperanças falsas? Esperando pessoas que já não querem mais estar conosco? Acreditando que o amor vem sempre de braços alheios?

Sei que nem sempre estaremos fortes para deixar o passado em seu devido lugar, porque somos medrosos. Tememos a uma vida nova, a um novo relacionamento, a um novo emprego, a novas ideias, a novos sonhos. Mas, quando assim agimos, perdemos também excelentes oportunidades de evolução em todos os aspectos da vida. Mas a vida não é feita de riscos? E esses riscos podem representar sucesso ou fracasso? Não, luta ou desistência. É uma escolha de cada um.

A felicidade pode assustar por isso alguns escolhem a tristeza, o apego, o passado, as ruínas, e isso é extremamente triste. Porque não devemos nos conformar com o que já aconteceu, pois, dia após dia, a vida nos dá chances de mudar tudo para sempre. Perceba isso e se pergunte: para que serve o seu passado? Melhor, para que serve a sua vida?

Continuar Lendo

Por que você perde tanto tempo?

Colunistas - Jared Amarante - 15 de julho de 2016

Imagem do Pixabay Imagem do Pixabay

Você não pode achar que a vida é fácil e que todas as pessoas farão o que seu coração acredita ser o certo e justo, tão pouco deve enlouquecer com a ideia de que cairão presentes do céu para transformar o seu dia. Sabe o que a gente tem que fazer? Se permitir ser gente. Gente que cai e levanta. Gente que para e recomeça. Gente que cansa, mas não desiste. Gente que espera mais de si do que dos outros. Gente que não perde tempo.

Aprecie cada momento e mergulhe em sua alma, só assim poderá perceber se vale a pena investir suas energias em um projeto ou relacionamento, lembrando que cada escolha tem uma consequência. Tudo que é feito com extrema dedicação, em algum momento, retornará como beneficio. Não estamos falando de milagres, mas de ação e reação, e essa é a lei mais forte e real que permeia o universo. Universo esse que fazemos e somos parte.

Você acredita nisso?

É importante amarmos e termos zelo por aqueles que nos cercam, mas sem confundir as coisas, isto é, cada pessoa é livre e deve escolher aquilo que considera melhor para sua vida, ainda que não concordemos. Afinal, bonito é aconselhar, não determinar. Bonito é amar, sem possuir. Bonito é deixar livre e esperar que volte, mas se não retornar, que você continue feliz, porque bonito é amar, mas lindo é sentir que tudo é recíproco. O contrário disso não é tão belo.

Não perca seu tempo se doando mais do que é capaz, porque há pessoas que, por carência excessiva e medo, irão lhe responsabilizar, a cada situação, por fazê-las feliz. Isso, certamente, é tão absurdo quanto acreditar que você realmente tem a obrigação de dar para alguém o que deve existir dentro de cada ser. Perceba que todo mundo só oferta o que tem, e é assim que a vida permanece em harmonia.

Amar não é aceitar tudo.

Siga sempre incansável em busca de seus sonhos. Lembre-se que o tempo cura tudo, mas também pode mudar tudo. As coisas que voltam, se voltam, nunca retornam como antes, mas podem vir melhores, ou não. Contudo, compreender que o tempo é algo que nunca teremos na quantidade que gostaríamos, nos faz viver como disse Albert Einstein: Só há duas maneiras de viver a vida: a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse milagre.

O que você escolhe?

 

Continuar Lendo