Postagens sobre sentimento

A vida está passando. E como você está?

Felicidade - Jared Amarante - 21 de julho de 2017

Fico olhando para as coisas ao redor enquanto minha mente, talvez a sua também, se pergunta o que estamos fazendo aqui e por quanto tempo estaremos de olhos abertos. A vida é essa coisa mágica, inexplicável, mas rápida. Fugaz o suficiente para nos deixar inquietos acerca de como temos visto a existência passar. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Fale dos seus sentimentos, AGORA!

Felicidade - Jared Amarante - 9 de junho de 2017

Quantas vezes, essa semana, você foi capaz de dizer que ama? Mas não há tempo para fazer isso, né? Existem muitas contas para pagar, modelos para seguir nas redes sociais, horas para perder na esteira, que, às vezes, leva para o nada. Não houve tempo de expressar algum sentimento porque sua cabeça está explodindo com excesso de trabalho, estudo e, quase sempre, com tantas coisas que lhe sorri nas vitrines, não é mesmo?

Continuar Lendo

Continuar Lendo

Desculpa, mas não sei o que é o amor

Colunistas - Jared Amarante - 24 de junho de 2016

imagem do Pixabay imagem do Pixabay

Essa é uma existência cheia de altos e baixos. Entendidos e mal-entendidos. Encontros e desencontros. Mas e quando é necessário pedir perdão para si mesmo e seguir em frente? Quando é necessário reconhecer que não sabemos de tudo? Quando é imprescindível aceitar que o amor – o mais lindo sentimento -, nem sempre é tão justo?

Sim, é isso mesmo. Quem nunca refletiu sobre isso? Às vezes acho que o amor é aquele primeiro olhar apaixonado na adolescência. Aquele gole de coca gelado quando você está desesperado de sede. Aquela roupa dos seus sonhos. Aqueles maravilhosos elogios que te completam por cinco minutos.

Mas o tempo vai passando e você vai percebendo que o amor pode ser muita coisa, ou nada. Só sei que ele é injusto, ou justo demais. Contudo, talvez a questão toda não tenha a ver com a nobreza desse sentimento, e sim com a atitude das pessoas quando pensam que amam.

Talvez estar apaixonado seja um tipo de amor. Talvez gostar seja um tipo de amor. Talvez sentir atração seja um tipo de amor. Talvez tudo isso seja uma ilusão, ou não. Talvez o amor seja a convivência. Talvez o amor seja passageiro. Talvez o amor seja o eterno enquanto dure. Talvez o amor já não esteja em todos os corações.

O verdadeiro processo para conhecer o amor, de repente, começa dentro de nós. Será?

Cada indivíduo deveria dar asas à imaginação. Ampliar conhecimentos. Trocar as roupas do armário. Colorir os cabelos. Andar descalço na rua. Tomar banho de chuva. Desistir de um curso para fazer outro que sente mais prazer. Já pensou se não são, todas essas coisas, que lhe farão conhecer o amor?

Nunca devemos confundir carência com amor, até mesmo porque isso pode se tornar uma doença, e as pessoas não são obrigadas a corresponder nossos sentimentos e expectativas. Não se agarre a primeira coisa que você vê pelo caminho, pois isso lhe fará continuar sem conhecer o amor.

Não tenha pressa para amar e ser amado, mas tenha urgência para se conhecer. Se encontrar. Se conectar com sua verdadeira essência. Então, vá ser feliz com você mesmo. Por que não?

O amor pode demorar a acontecer, mas ele um dia chegará, até lá, por favor, queira se amar muito mais. Não dependa do outro. Queira alguém que some, ao invés de se desgastar com uma pessoa que arranca suas esperanças.

Jamais se esqueça de que ser corajoso implica muitas coisas, inclusive amar.

É uma escolha de cada um.

Por isso, me desculpe se eu não sei amar.

Você sabe?

Continuar Lendo