Postagens sobre Paz

A vida está passando. E como você está?

Felicidade - Jared Amarante - 21 de julho de 2017

Fico olhando para as coisas ao redor enquanto minha mente, talvez a sua também, se pergunta o que estamos fazendo aqui e por quanto tempo estaremos de olhos abertos. A vida é essa coisa mágica, inexplicável, mas rápida. Fugaz o suficiente para nos deixar inquietos acerca de como temos visto a existência passar. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Toda guerra é falta de amor

Felicidade - Jared Amarante - 7 de abril de 2017

Respira-se morte todos os dias na Síria. Respira-se morte todos os dias no Brasil. Respira-se morte todos os dias dentro de nós. Mas o que está acontecendo com o mundo? Alguém consegue responder tamanha e dolorosa questão? Compreendo que a existência é mais cheia de perguntas do que respostas. Porém tem horas que parece que não vamos suportar.

Não estou me referindo só às guerras, porque elas “nunca” vão cessar, e sim sobre a nossa postura diante de tudo que está a nossa frente. Quando abrimos os olhos o que  importa se temos orgulho de mais? Quando olhamos pro outro o que importa é o que ele tem para oferecer ou o tamanho de sua ferida? Quando penso que minha vida “está confortável”, por isso cada “um com seus problemas”, será que minhas orações fazem sentido?

Deus, os seres celestiais, as energias do bem, o universo, pode até escutar minhas preces, mas não se alegram. Porque estamos sendo muito incoerentes! Não vamos honrar com os lábios, pois palavras todos dizem. Vamos honrar com o coração.

Toda desgraça nessa terra acontece quando passamos a pensar só em nós mesmos. Quando queremos ser juízes ao invés de acolher. Quando queremos despejar, em cima do mais “fraco”, nossas ideologias.

Quantos de nós, dia a dia, pergunta como o outro está? E se este responde, será que realmente estamos ouvindo? Escutar todo mundo escuta, porque ouvir é só para quem está disposto a colocar sua dor no bolso e ajudar o outro a carregar a sua.

As maiores guerras são as internas, que geram, indiscutivelmente, as externas, sejam elas grandes ou pequenas, alguém sempre sai machucado.

Olhe para dentro de si. Não há motivos para forçar alguém a seguir nenhum caminho, porque você também está tentando encontrar o seu. Por isso, pratique o perdão e a empatia. Assim teremos paz. Pois, enquanto a guerra custa tanto, a paz não custa nada.

 

Continuar Lendo

Por que você perde tanto tempo?

Colunistas - Jared Amarante - 15 de julho de 2016

Imagem do Pixabay Imagem do Pixabay

Você não pode achar que a vida é fácil e que todas as pessoas farão o que seu coração acredita ser o certo e justo, tão pouco deve enlouquecer com a ideia de que cairão presentes do céu para transformar o seu dia. Sabe o que a gente tem que fazer? Se permitir ser gente. Gente que cai e levanta. Gente que para e recomeça. Gente que cansa, mas não desiste. Gente que espera mais de si do que dos outros. Gente que não perde tempo.

Aprecie cada momento e mergulhe em sua alma, só assim poderá perceber se vale a pena investir suas energias em um projeto ou relacionamento, lembrando que cada escolha tem uma consequência. Tudo que é feito com extrema dedicação, em algum momento, retornará como beneficio. Não estamos falando de milagres, mas de ação e reação, e essa é a lei mais forte e real que permeia o universo. Universo esse que fazemos e somos parte.

Você acredita nisso?

É importante amarmos e termos zelo por aqueles que nos cercam, mas sem confundir as coisas, isto é, cada pessoa é livre e deve escolher aquilo que considera melhor para sua vida, ainda que não concordemos. Afinal, bonito é aconselhar, não determinar. Bonito é amar, sem possuir. Bonito é deixar livre e esperar que volte, mas se não retornar, que você continue feliz, porque bonito é amar, mas lindo é sentir que tudo é recíproco. O contrário disso não é tão belo.

Não perca seu tempo se doando mais do que é capaz, porque há pessoas que, por carência excessiva e medo, irão lhe responsabilizar, a cada situação, por fazê-las feliz. Isso, certamente, é tão absurdo quanto acreditar que você realmente tem a obrigação de dar para alguém o que deve existir dentro de cada ser. Perceba que todo mundo só oferta o que tem, e é assim que a vida permanece em harmonia.

Amar não é aceitar tudo.

Siga sempre incansável em busca de seus sonhos. Lembre-se que o tempo cura tudo, mas também pode mudar tudo. As coisas que voltam, se voltam, nunca retornam como antes, mas podem vir melhores, ou não. Contudo, compreender que o tempo é algo que nunca teremos na quantidade que gostaríamos, nos faz viver como disse Albert Einstein: Só há duas maneiras de viver a vida: a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse milagre.

O que você escolhe?

 

Continuar Lendo