Postagens sobre orgânicos

Um delicioso bolo Red Velvet natural com beterraba

Vida Saudável - Lara Gois - 7 de maio de 2019

Vamos saber mais sobre essa raiz cor de vinho, fonte da nossa receita do delicioso bolo Red Velvet?

A beterraba é redonda, de cor vibrante, doce e saborosa, e começou a ser cultivada no século 19, pelos romanos. Ela era muito valorizada, já que poderia ser uma grande fonte para a produção de açúcar. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Dois hábitos sustentáveis que trazem felicidade

Sustentabilidade - Leticia Klein - 19 de fevereiro de 2019

Como escreveu Christopher McCandless em seu diário, cuja busca pelo autoconhecimento e liberdade foi retratada no livro e filme “Na natureza selvagem”, a felicidade só é real quando compartilhada com outros. Os humanos são seres sociais e é da interação com as pessoas (mas não só elas) que a gente aprende, compreende, se desenvolve e fica cada vez mais perto da felicidade plena, que só é plena se tudo estiver bem e em equilíbrio.

Continuar Lendo

Continuar Lendo

Receitas detox para você arrasar em 2019

Vida Saudável - Lara Gois - 5 de janeiro de 2019

Você está precisando desintoxicar dos abusos das festas de fim de ano e das férias? Pensando em você, e em nós, rsrs preparamos algumas receitas detox para você arrasar nessa tarefa de eliminar as toxinas indesejáveis.

E o que significa Detox? Quer dizer:  desintoxicar, remover substâncias tóxicas do corpo. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Alimentação saudável e as alternativas para o bem-viver

Vida Saudável - Lara Gois - 29 de outubro de 2018

Olá a todos, sou a Lara Gois e estou muito feliz por ter sido convidada para passar um pouquinho dos meus conhecimentos de alimentação saudável por aqui, a fim de inspirá-los  a ter alternativas para o bem-viver… gratidão a esse veículo, Felicidade Sustentável.

Continuar Lendo

Continuar Lendo

Entrevista sobre Sustentabilidade para TV

Na mídia - Chirles Oliveira - 20 de outubro de 2018

 

Entrevista sobre Sustentabilidade concedida ao Programa de TV “Nosso Programa”, produzido pela RitTV, no dia 25 de setembro, data em que se comemora o Dia da Ação Global para os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável). Continuar Lendo

Continuar Lendo

Schumacher College – Uma escola sustentável

Vida Saudável - Regina Hostin - 3 de abril de 2017

De Londres até Totnes, no sudoeste da Inglaterra, são mais ou menos 3 horas e meia de viagem de trem. Mas você nem sente o tempo passar. A paisagem é linda. Aos poucos o mar e o verde vão formando um novo cenário e você entra em contato com uma outra Inglaterra. A estação de Totnes é um charme. Pequenininha. E os taxistas, simpatíssimos. Já ali você começa a se sentir em casa. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Cafés, pelando, mais café

Colunistas, Felicidade - Rodrigo Vieira - 12 de maio de 2016

Sentamo-nos defronte, depois de um leve cumprimento inicial que precede o blá-blá-blá. Não, não havia puxado a banqueta estilosa para ela, como um bom gentleman faria. Entretanto, sorri ao perguntar:

– O que vai querer?

– Um café – respondia a mim e à mocinha que já atendia sem eu notar.

– Dois – complementava antes de a fulana virar as costas.

Volta e meia estamos nessa, encontros esporádicos de semana, no qual alguém cita “Quanto tempo!”, na tentativa de recuperar o tempo ausente, e realmente perdido. Mas isso ameniza. Nessa cara social, falamos sobre trabalho, discorremos sobre clichês, tudo o que encabeça a ambiência daquele ponto movimentado. Certo que havia outros entre nós na mesma condição.

Bom, o café chegou. Açúcar ou adoçante. Ela quis o adoçante, como a cartilha elegante de uma dama prediz, eu esvaziei um sachê de açúcar na xícara bonitinha.

– Você se lembra de quando…?

– Ah, sim… Verdade.

Eram conversas vazias, bestas mesmo. Era um protocolo de dois entes crescidos na urbe. Enquanto isso, o café fumegava lá dentro, sozinho naquele recipiente. Já ouvira sobre as combinações míticas de um bom café, rimas com amor, proseadas com poesia. Juro que acreditei, ou somente queria sair daquilo.

– Não é verdade? – ela apontava com o dedo mindinho a mim.

– É sim… – retrucava ausente, sem nem saber o que ela falou.

… Divagava com aquele café, tragado a poucos goles. De repente falava alguns absurdos a ela, como declamar uma frase manjada de algum escritor famoso. Nisso tudo ela se fazia de estranha, mas envolvida. Até que seus cabelos começavam a ter graça, seu sorriso agora era enigma e ela a esfinge que mais tarde me devoraria. Parecia alcoolizado, era só café, e tudo tinha mais graça. Melhor seria se falássemos das tais combinações: Ah! O amor.

– O amor é fogo que arde sem se ver?

Em meu solilóquio era só mais um, um a mais. Apenas alegrava-me o fato de o café ainda estar quente, e até que ele ardia sem eu ver. Depois de outro gole perguntei sobre seus amores, e ela demonstrara tormento ao reler seus fracassos. “Linda desse jeito?”, tentava recobrar a estima. Pois é, não estava tão feliz nos amores (pena que ela não jogava), sugeri que se permitisse mais, no entanto a recusa era clara em seu olhar reprobatório.

Certamente que aceitaria uma tarde de amor, um café e um livro de poesias, jogado aberto a canto qualquer. Pegaríamos um violão, arranharia dois, três acordes, cantaríamos o refrão. Logo deitaria em meu colo, nós no tapete da sala, bebericando na mesma xícara, ouvindo o som do relógio – que sempre quer assustar. Acalentaria, faria ninar com cabelos despenteados, acordaríamos com a réstia do sol tramitando entre a cortina velha. E ela gentilmente ia à cozinha fazer outro café, até por que eu não sei.

Paradoxal como é, a vida não tomou esse rumo. Se ela soubesse como é bom, me inconformava com sua cara de nada, de vento, que já arrumava a bolsa com uma nota na mão.

– Tchau. Até mais.

Não tive tempo de responder, estava embalado por aquela fumacinha, que não existia mais no café frio. Outra, pude ver a marca de batom na borda. Restou-me rir, nem todo mundo fora feito para amores, poesias, cafés, uma música. Mais café. Nem todos sabem tomar café, poucos sabiam o que nele tinha. Iria perguntar para a mocinha, que viera retirar as xícaras, se ela me compreendia, mas deixei pra lá. Rimos os dois, sem saber motivo, desconfiei que ela soubesse do que estava falando. Eu pedi:

– Cafés, pelando, mais café.

Continuar Lendo

Babaganush: mais uma receita simples, saborosa e saudável

Vida Saudável - Taisa Schaeffer Andrade - 3 de março de 2016

Baba ghanoush  é uma pasta de origem árabe feita de purê de berinjela  grelhada, tahine (pasta de gergelim) e suco de limão. O segredo está em assar a berinjela diretamente sobre a chama antes de descascar, por dentro fica macia e com um sabor defumado. A pele pode até ficar queimada, mas é só separar a polpa da pele e temperar a gosto. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Algumas novidades do mercado orgânico e sustentável na 11ª Feira Internacional

Sustentabilidade - Chirles Oliveira - 11 de junho de 2015

 
Hoje tive uma experiência maravilhosa por causa do blog, pois há tempos não participava de um evento como jornalista ou assessora de imprensa e muito menos como veículo de comunicação. Divulgamos o blog para algumas marcas participantes  da Bio Brazil Fair / Biofach America Latina – 11º Feira internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia, que acontece de 10 a 13 de junho de 2015 no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera, em São Paulo.
 
Foi impressionante ver a quantidade de estandes e marcas do mercado de orgânicos. Na verdade, são 122 expositores e centenas de opções como alimentos orgânicos in natura, congelados em geral, cosméticos, biojoias, confecções, acessórios, produtos pet, dentre outros. 
 
Claro que o mercado acompanha a tendência dos consumidores que buscam uma vida mais saudável, mais simples e natural, preocupados com o que vão deixar para seus filhos, ou mesmo para as futuras gerações.
 
Por isso é importante entender o que se ganha com a cultura da sustentabilidade, dos alimentos orgânicos, da agricultura familiar e local. Ganha o planeta pelo não uso de pesticidas e agrotóxicos e pela não contaminação dos nossos recursos naturais como água e solo. Ganha o produtor local que sobrevive financeiramente com sua família ou cooperativa, e ganha o consumidor que recebe produtos saudáveis à mesa, livres de venenos e toxinas no corpo.
 
Como veículo de comunicação, recebemos o press kit com material de divulgação e também com alguns lançamentos para experimentação, tornando possível conhecer novos produtos e perceber que ter uma alimentação saudável hoje em dia  ficou mais fácil com tantas opções no mercado. Agora vou conhecer o açúcar de coco, óleo de coco com limão da marca Copra, proteína concentrada de arroz integral germinado orgânico e ervilha amarela da Chocolife, zero glúten, lactose e açúcar, ideal para quem tem intolerância ou alergia a esse tipo de alimento.
 
Na verdade, conheci muitas pessoas interessantes e outras marcas que aos poucos vou relatando para vocês. Inclusive gravamos uma entrevista para nosso canal do YouTube falando sobre agricultura orgânica com o Sr. Eduardo da Associação Sítio Escola Portão Grande, aprendi muito com ele. Em breve o vídeo estará disponível.
 
Ter um estilo de vida saudável depende da nossa alimentação mais natural e menos processada, ou seja, menos industrializada. Depende também do modo como administramos nosso tempo para trabalhar, praticar alguma atividade física, dormir, ter um hobby, uma atividade voluntária e uma vida social com a família e os amigos.
 

 

Nossa primeira cobertura como veículo na feira de orgânicos. #feliz

 

Eu e a Soraia Zonta proprietária da Bioart trocando informações sobre nossas redes sociais

 

 

Embalagem super linda e criativa com instruções de uso na própria embalagem. (Foto Fernanda Kanasiro)

 

Foto by Marcelo Kanasiro
Continuar Lendo

Suco verde…Quero vida!

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 1 de abril de 2015

“Fazer o suco é um exercício diário de dizer a você mesmo e ao planeta: “Quero vida” (Daniel Francisco de Assis, autor do livro Suco Vivo)

 

 

Sempre que publico as fotos do suco verde no Facebook percebo que as pessoas curtem essa opção saudável de começar o dia. Mas também pairam algumas dúvidas como: o suco deve ser coado ou não? qual é a melhor receita?  Preparo no liquidificador ou na centrífuga? Por isso prometi que o próximo texto seria sobre essa maravilhosa bebida DETOX. Vamos lá, pois fazer o suco verde não é complicado e basta ter em mãos (ou melhor, na geladeira) alguns ingredientes básicos. Claro, depois desse texto, você poderá se aventurar em suas próprias criações saborosas e nutritivas e levar essa energia vital todos os dias para seu organismo.

Continuar Lendo

Continuar Lendo