natureza

5 Posts Back Home

Qual é a sua visão de mundo?

Você já parou para pensar onde exatamente está circunscrito o mundo em que você vive e se relaciona e àquele das suas preocupações, seja com os outros ou com o planeta? Afinal, qual é o conceito do seu ‘local’, em contraponto ao global? É de se pensar se ainda cabe essa divisão, afinal a revolução dos meios de comunicação e da informação nos tornou conectados de forma planetária. Em instantes sabemos o que acontece do outro lado do mundo e, nos sensibilizamos com temas como guerras, refugiados, furações, armas nucleares, atentados, etc. Também em razão à globalização e essa conexão houve uma mudança na maneira como as empresas organizam seu processo produtivo. Hoje, algo que compramos, dificilmente passa por menos de 3 países ao longo do seu processo de produção. O nosso tão simples chinelo, aquele no estilo Havaianas, teve seu trajeto traçado desde a exploração da matéria prima, que…

Schumacher College – Uma escola sustentável

Por Regina Hostin* Viagem de estudos De Londres até Totnes, no sudoeste da Inglaterra, são mais ou menos 3 horas e meia de viagem de trem. Mas você nem sente o tempo passar. A paisagem é linda. Aos poucos o mar e o verde vão formando um novo cenário e você entra em contato com uma outra Inglaterra. A estação de Totnes é um charme. Pequenininha. E os taxistas, simpatíssimos. Já ali você começa a se sentir em casa. São vários os motivos que atraem os visitantes a este pedaço do universo, talvez ainda pouco conhecido. É possível estudar inglês em Totnes, sem estar cercado por muitos brasileiros, e também aprender mais sobre Cidades em Transição (Totnes é a primeira cidade em transição do mundo). O movimento foi criado pelo inglês Rob Hopkins com o objetivo de transformar as cidades em modelos sustentáveis, menos dependentes do petróleo, mais integradas à natureza…

Que venha o outono com sua riqueza e sabedoria

Que saibamos apreciar a riqueza de cada estação e o novo ciclo É tempo de observar a natureza. Observar os ciclos da terra. Observar a sabedoria das árvores e a riqueza do solo. Que recebamos o outono com sua riqueza e sabedoria. É hora da transição entre a euforia do verão para o recolhimento do inverno. É tempo de colheita, de acolher, de guardar para o frio, e de agradecer por tudo que nos foi dado até aqui. De honrar nossas conquistas, nossa família, nossos antepassados, nosso ser com suas dores e sombras, luzes e paz. É momento de introspecção e silêncio. É tempo de ventos, ventanias, de brisas e de movimentos sutis. É hora de ir para caverna e encontrar o conforto nos braços da Grande Mãe. É hora de entrega, de desprendimento, de deixar as folhas cair e nutrir o solo para o que estar por vir. Entramos…

Quando o sagrado masculino encontra o feminino

Por Karina Miotto * Recentemente tive a honra de estar junto de um grupo de 100 mulheres e 15 homens em um encontro comandado por mulheres poderosas, lideranças indígenas vindas dos Estados Unidos, duas delas, Austrália, Índia, México, Chile e Colômbia, cada uma representando seu povo (Lakota, Maputi, Kogi, entre outros cujos nomes não consigo lembrar, desculpe!). Nós mulheres estávamos em orações entre tambores, cânticos, maracás e contações de histórias significativas ao longo do dia, enquanto os homens ficaram com a missão de cuidar do fogo, do lado de fora, auxiliar-nos com o que quer que precisássemos e proteger-nos. Isso pode soar meio estranho, não? Homens com a função de proteger mulheres enquanto elas ficam em orações, cânticos, rituais? Pois é, isso pode parecer esquisito para o mundo da desconexão, mas na verdade esta atitude simboliza o que um dia nossos ancestrais foram e fizeram há apenas 250 anos. Há 250 anos, nos…

Caminhada inspiradora

Circuito de caminhada do condomínio onde moro Cuidando da mente e do corpo nesse lugar tranquilo no meio de São Paulo E a manhã começou com uma vontade, uma vontade de fazer algo bom, diferente e saudável. Fiz um suco verde que ficou lindo e gostoso e sai para caminhar. Bem, antes publiquei no Facebook aquela foto de um suco verde vibrante, cheio de energia, cheio de nutrientes importantes para meu corpo, para minha disposição matinal. Sai para caminhar, pois meu propósito é cuidar de mim de forma global, holística: mente, corpo e espírito. Então, tentei reunir tudo isso na minha caminhada. O lugar é lindo, cheio de árvores, flores, sons, cores, vida. E ali, caminhando para ajudar o meu corpo a responder positivamente às solicitações do dia a dia, agradeci e observei os detalhes do lugar. Sim, foi uma caminhada diferente, apesar de no mesmo lugar de sempre. Foi…

Navegue
teste