lixo

3 Posts Back Home

Você quer coleta seletiva no condomínio? Veja como é possível!

Muitas vezes nossa vida não é fácil, pois nos sentimos totalmente sós, como se nada estivesse dando frutos. Mas estão SIM. Nosso dia a dia é muito acelerado e requer resultados imediatos. Entretanto, o ritmo do Universo é outro. O ritmo da vida é mais devagar que o ritmo da internet, dos bancos, do whatsapp. A vida requer pausas; requer plantar, cuidar e colher. Olha que legal essa experiência. No mês passado, implantaram a coleta seletiva no meu condomínio e fui chamada para a solenidade de abertura por incentivar o projeto.  O que eu fiz de tão inovador? Nada…Eu simplesmente frequentei as reuniões de moradores e respondi  pesquisas de opinião, em que deixei clara a importância da coleta seletiva. O que eu fiz foi falar nas reuniões sobre o problema do lixo. Só isso. A coisa mais simples do mundo todo: FALAR. Falar uma vez, duas, três vezes. E olha…

Menos lixo e mais cuidado com o que você come!

Todos os anos 8 milhões de toneladas de plástico são jogadas no mar em todo o mundo ( Plastic Ocean, 2016) e os cientistas alertam que em 2050 haverá mais plástico que peixes nos oceanos*. O plástico nos oceanos confunde os animais marinhos que os engolem e morrem, além de gerar inúmeros desequilíbrios ambientais (digitem no youtube “plástico e oceanos” e vejam o tamanho do problema). É uma situação preocupante. Mas o que tudo isso tem a ver com a minha alimentação? Tudo! Tudo o que você compra, alimentício ou não, vem com embalagens que não são recicláveis ou recicladas, esgotando os recursos naturais do planeta, além de poluí-lo. Cada vez mais embalagens são utilizadas para agregar valor ao alimento, deixando-o mais atrativo para o consumidor, mas também mais caro e menos ecológico. No meu dia-a-dia procuro comprar alimentos que possuam a menor quantidade de embalagens possível, e, de preferência,…

Como você trata seu lixo?

Campanha do Banco do Planeta Todas as quintas feiras, quando coloco meu lixo reciclável para ser recolhido na rua, me assombro com dois fatos: primeiro pela quantidade de lixo que acumulamos numa única semana e, segundo, pelos poucos vizinhos que separam e reciclam seus lixos.  Moro em casa, e por isso é mais fácil visualizar na rua quem recicla e se preocupa com o destino correto dos resíduos, de quem não faz essa lição de casa. Observei que de 10 casas próximas a minha, apenas três fazem a separação do que é lixo, e do que pode ser reciclado. E no restante da rua não é diferente… Em compensação o lixo ali na esquina se acumula. Primeiro foi uma carcaça de TV, depois um colchão, por último um sofá! Fico imaginando o que pensa uma pessoa que tem esse tipo de atitude. Será que ela pensa nas consequências dos seus…

Navegue
teste