Postagens sobre coragem

Respire, mude, coragem para ser feliz

Colunistas, Felicidade - Jared Amarante - 5 de maio de 2017

Você vai continuar agindo assim até seu último dia? É isso mesmo o que escolheu para sua vida inteira? Que sentido você encontra no que está procurando, fazendo, pensando e sentindo? Escolher mudar, sem dúvidas, nos traz rupturas, medos, confusão e, muitas vezes, bastante sofrimento, porque se conformar é sempre mais fácil.
 
Mas será que não é de uma mudança que você precisa?
 
Nem toda transformação pode ser ruim. O que custa arriscar? Às vezes, mesmo nas inquietações, é preciso deixar a tranquilidade aparecer, porque nunca saberemos o que existe atrás do medo.
 
Muitos, após anos de insatisfação, começam a trocar o trabalho que lutou para conquistar, mas que já não lhe traz mais prazer. Terminam o relacionamento de décadas porque já não sentem que essa é a pessoa a qual gostariam de envelhecer ao lado. Retiram sonhos do armário do conformismo e vestem como roupas da coragem. Afinal, renovar-se pode salvar uma existência. Será que a sua não precisa disso?
 
Há dias, ou quase todos, em que sentimos falta de explorar nossa criatividade e liberdade, não é mesmo? Quem nunca se sentiu asfixiado pelo passado? Desta forma, o que estamos esperando para mudar? Mudanças tão profundas podem gerar lágrimas e sorrisos, desconforto e libertação, paz e confusão, mas não podem se comparar ao sentimento de pertencimento de si mesmo, o que faz todo sentido, mesmo sofrendo muito no início da mudança, para ter a sensação de que você não está existindo, e sim vivendo. E viver, por vezes, pode significar deixar ir tudo aquilo que há anos “pareceu” ser o sentido da sua vida. Apenas pareceu.
 
Sendo assim, se arrisque a trocar a música que sempre toca em seu carro. Outras canções podem fazer bem aos ouvidos e ensinar novas formas de dançar, por isso relaxe. Se permita conhecer novas pessoas, pois quase sempre elas têm muito a ensinar. Sinta-se capaz para estudar algo novo, porque isso pode lhe trazer imenso prazer. Use suas roupas mais bonitas para ir a qualquer lugar, pois você não sabe se terá oportunidade de usá-las amanhã.
 
Mas, diante disso, quais são seus reais medos? O que acontecerá se você ouvi-los? E o que poderá ganhar se ignorar seus temores? Será que você vai refletir, agora, sobre essas perguntas?
Lembre-se que você é a única pessoa responsável por ser feliz. Então, não se prenda demais para que um dia, caso lhe digam adeus, você não desista de seus sonhos e projetos. Saiba que ser feliz implica em arriscar, fazer, testar, experimentar e, por fim, descobrir se é aqui ou ali aonde você desejar estar.
 
Mas, nunca desista de estar em paz. Ao invés de se perguntar o porquê dos acontecimentos, procure o aprendizado que eles trazem, mesmo que seja nas perdas e sacrifícios. Algumas mudanças são impostas pela vida, ou seja, alguém que não quer mais estar conosco ou alguém que faleceu. Mas nunca, leram bem? Nunca nos esqueçamos do que diz Viktor Franki: 

Quando um ser humano tem um “para que” pode atrevessar qualquer “como” 

 
E você, para onde está indo?  
 
*banco de imagem Pixabay
Continuar Lendo

Não seja bom. Seja excelente!

Colunistas, Felicidade - Jared Amarante - 4 de março de 2016

Por que você tem se vitimado tanto? Já olhou para o espelho e percebeu que não há outra pessoa igual? Será que dá para entender que ser criticado pode ser sinônimo de evolução? Então, a partir de agora, entenda que você é um ser insubstituível e, principalmente, é uma pessoa que  pode falhar, cair, vencer, chorar, sorrir e ser criticada. Mas isso não é fim do seu potencial, ok?

Às vezes, o seu medo e arrogância são tão elevados que lhe impede de perceber que uma crítica pode lhe fazer bem, isto é, perceber que poderia ter feito isso ou aquilo de outra maneira. Mas, também, se não tivesse ido por esse caminho, não teria percebido que poderia ser melhor. Logo, ser criticado é bom porque mostra que você tem capacidade de ser mais inteligente e sábio, reinventando-se para agradar mais do que aos outros, mas a si.

Não é necessário ser perfeito. Afinal, quem é? No entanto, não é legal ser bom, porque isso muitos são. O importante mesmo é ser excelente. A excelência só é possível de ser alcançada quando nos despimos do orgulho e nos tornamos uma mãe, pai ou filho excelente. Quando deixamos a coragem sobrepor o medo e nos arriscamos a exercer esse ou aquele cargo no trabalho, acreditando que somos capazes. Ser excelente é perceber que não podemos exigir das pessoas o que não fazemos.

Quem lhe critica, principalmente se lhe tem amor, só quer que você cresça mais, e mesmo que você se magoe, não se faça de vítima, pois as pessoas, na grande maioria, não sabem expressar suas emoções, mas você precisará perdoá-las por isso.

Experiências desagradáveis fazem parte da vida, tanto quanto àquelas em que nos sentimos um gênio. Desta forma, precisamos, com urgência, fortalecer nossa auto-estima, percebendo que nada dura para sempre, mas que podemos e devemos fazer história.

Aceitar uma crítica não significa concordar, mas é preciso ouvi-la, porque isso mostrará que você, assim como todos, não detém toda a sabedoria do mundo. Essa vida é um aprendizado coletivo.

Por isso, reconheça nas críticas uma oportunidade de se vestir e brilhar ainda mais, lembrando, dia a dia, que, às vezes, ou hoje mesmo, tudo que você precisa é sair da zona de conforto.

Continuar Lendo