Postagens sobre comidasaudável

Alimentação saudável e as alternativas para o bem-viver

Vida Saudável - Lara Gois - 29 de outubro de 2018

Olá a todos, sou a Lara Gois e estou muito feliz por ter sido convidada para passar um pouquinho dos meus conhecimentos de alimentação saudável por aqui, a fim de inspirá-los  a ter alternativas para o bem-viver… gratidão a esse veículo, Felicidade Sustentável.

Continuar Lendo

Continuar Lendo

Porque uma alimentação saudável faz bem ao corpo e a alma!

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 11 de abril de 2018

Olá! Meu nome é Cristiana Marques e tive a honra de ser convidada para escrever no Blog Felicidade Sustentável para compartilhar com vocês minha experiência no curso com a apresentadora Bela Gil, do programa Bela Cozinha do GNT.
Continuar Lendo

Continuar Lendo

O que te alimenta também te anima?

Vida Saudável - Laila Rezende - 15 de junho de 2016

Como nutricionista, sempre me preocupei com o que nutre meu corpo. Mas, venho me indagando: o que nutre minha alma? Continuar Lendo

Continuar Lendo

Granola de sementes, receita do projeto de livro Paz, Amor e Granola

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 24 de março de 2016

Esta receita de granola é um tanto quando diferente, pois é feita na frigideira ao invés de usar o forno, gosto de usar uma panela wok (aquela chinesa), pois é perfeita para tostar os grãos. A sugestão é fazer uma graça e servir granola quentinha por cima de um açaí gelado ou até mesmo um creme de abacate.

Granola com creme de abacate

Granola de sementes

Os ingredientes desta receita são fáceis de encontrar, com exceção da tonka que pode ser facilmente substituída por cravo em pó ou baunilha.

(vegan e sem glúten)

Ingredientes

. 1/2 xícara de gergelim sem pele

. 1/2 xícara de semente de girassol sem casca

. 1/2 xícara de semente de linhaça inteira ou recém triturada

. 1 xícara de quinoa em flocos

. 2 colheres de sopa de óleo de coco

. 3-4 colheres de sopa de melado de cana*

. 1/2 xícara de uva-passa sem semente

. 1 boa pitada de tonka ralada ou cravo em pó

Modo de fazer

Toste os 4 primeiros ingredientes em fogo médio em uma panela de boca larga (gosto de fazer na wok) mexendo até dourar. Reserve. Na mesma panela, adicione o óleo, o melado e a tona e mexa até derreter. Coloque as sementes tostadas e a uva-passa. Não pare de mexer por 5 minutos. Mexa constantemente e fique atento(a) para que as sementes não grudem e queimem. Sirva com fruta da época.

*Se houver restrição de açúcar exclua o melado da receita.

**Para armazenar espere esfriar por completo e experimente dobrar a quantidade da receita.

Acesse o site e colabore com a campanha http://www.catarse.me/granola

Por Rita Taraborelli*
As fotos desse artigo são da Rita e da Camila Fontenele

Facebook da Rita

Texto compartilhado em parceria com o site  Nowmastê
Fanpage: Nowmastê
Continuar Lendo

Lanche no Pote: marmita chique e saudável

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 13 de janeiro de 2016

A moda das marmitas veio com tudo nessa geração que busca uma alimentação saudável longe das ofertas da lanchonete da esquina e dos produtos industrializados prontos do supermercado.

Levar o seu almoço, o seu lanche da tarde para o trabalho, para depois da academia te garante uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes. Comer nas horas certas deixa o corpo mais nutrido.

Ai no pote tem mel orgânico, iogurte caseiro sem açúcar, chia, linhaça, aveia, damasco e nozes. Um mix de fibras, proteína e carboidrato. Um lanche completo com alto valor nutricional. Pode substituir o café da manhã ou mesmo ser um lanche da tarde, pós treino.
E o melhor é você preparar com um dia de antecedência e usar o que tiver em casa para montar a seu gosto. Com criatividade você pode mudar o sabor todos os dias, tendo um lanche rápido, saudável e saboroso.

Opções:
• Leite (leite desnatado, leite de coco, leite de amêndoa.. ),
• Iogurte (não pode ser muito liquido, precisa ser mais consistente para não misturar),
• Aveia, flocos de centeio, amaranto, quinoa, trigo, milho,  granola, muesli…),
• frutas frescas ((maçã ralada, frutos vermelhos, morangos, banana em rodelas, kiwi, manga em pedaços etc)
• frutas secas (damasco, uva passa, banana passa, goji berry…)
• castanhas (nozes, amêndoas, avelas, castanha de caju, castanha do pará..),
• mel, agave,
• Sementes (chia, linhaça, sésamo, abóbora, girassol)
• Canela em pó
• Raspa de lima, limão ou laranja

Esse da foto eu fiz uma camada única, misturei na hora de comer, mas você pode fazer várias camadas. Você pode começar com uma base de 50ml de leite magro (ou algum leite vegetal que preferir) com uma colher de chia (deixe 30 minutos descansando até a chia absorver o leite).  Coloque o primeiro nível de fruta. Inclua a gosto (Aveia, Quinoa em flocos, Trigo, Granola  etc), Acrescente o Segundo nível de fruta, Coloque iogurte, Finalize com mais fruta e castanhas se desejar ou uma colher de mel ou agave.

Coloque em um pote de vidro tampado. E guarde na geladeira até a hora de comer.

Sugestão de Receita
Ingredientes
1 pote de iogurte natural (170 g)
1/2 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de mel mais 2 colheres (chá) para finalizar
1 colher (sopa) de sementes de linhaça dourada
1/4 xícara (chá) de aveia
1 maçã tipo fuji
caldo de 1/2 limão
1 colher (sopa) de nozes tostadas e picadas
1 colher (sopa) de uvas-passas brancas

Modo de Preparo

1. Numa tigela, coloque o iogurte, o leite, a aveia, a linhaça e o mel. Misture e tampe (ou cubra com filme). Deixe na geladeira por 12 horas.

2. Na manhã seguinte, lave, seque e corte a maçã ao meio, no sentido do comprimento. Corte cada metade em dois. Retire as sementes e rale os pedaços de maçã sobre uma tigela, utilizando a casca como proteção para os dedos.

3. Adicione e misture o caldo de limão. Junte o muesli e mexa bem. Salpique as nozes e as uvas passas, finalize com mel e sirva a seguir.

Veja também essa opção de  Iogurte com berries e suspiros

(Fonte: Panelinha. www.panelinha.com.br da  Rita Lobo)

 Sou Taisa Schaeffer Andrade, formada em Educação Física, mãe de dois meninos, amante da boa culinária, curiosa e inspirada pelo que há de bom na vida! Vocês podem me seguir no instagram  @cozinhadatata e no Facebook e  compartilhando receitas e informações.
Continuar Lendo

Sorvete de Inhame: saboroso, prático e nutritivo! Hummm!

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 6 de dezembro de 2015

 

Sorvete de inhame com coco…hummm ficou delicioso!

Essa sobremesa que parece de coco e tem o sabor semelhante ao sorvete de tapioca (quem é do nordeste sabe como é delicioso…) tem como base o inhame, um dos tubérculos mais benéficos para o sistema imunológico e para o sangue.

Acredito que sempre é possível fazer boas escolhas alimentares e algumas substituições para termos mais saúde. Isso não precisa ser sinônimo de falta de sabor na mesa e na vida. Dá para fazer receitas incríveis com uma boa dose de criatividade e informação. Quem gosta de sorvete de coco vai adorar essa receita saborosa e rica em potássio, vitaminas do complexo B (B1, B5 e B6), vitamina C, ferro e magnésio, que deixará seu sistema imunológico mais resistente e seu corpo forte para a correria do dia a dia.

Entretanto, antes de dar a receita gostaria de compartilhar algumas informações sobre o inhame, também conhecido como cará em algumas regiões do país. Essa raiz serve como uma verdadeira fortaleza em nosso organismo, veja quantos benefícios ela tem:

Recebi a receita do sorvete de inhame da minha amiga Ana Lúcia Tsutsui, que se lembra de tomar essa sobremesa preparada por seu pai na infância e a achar deliciosa.  Logo de cara fiz algumas mudanças, ousei diminuir a quantidade de leite condensado e acrescentei coco fresco ralado. Acredito que foi essa substituição que levou ao sabor de sorvete de tapioca…hummm ficou realmente cremoso e saborosíssimo!
Penso que é possível criar outras variações acrescentando a essa base do inhame frutas como morango, manga, abacate, cupuaçu, damasco ou alguma fruta de sua preferência. Também acredito que é possível substituir o leite condensado por mel ou melaço para tornar a receita mais saudável ainda. Cozinhar pode ser uma bela terapia, pois nos permite inventar e misturar muitos sabores! A vida fica muito mais gostosa assim, você não acha?!
Olha a receita original para vocês inventarem “mil” sabores com ela!
500g de inhame cozido
2 latas de leite condensado
500 ml de creme de leite fresco
1 colher de sobremesa de essência de baunilha
Bata tudo no liquidificador e leve para congelar.

Depois de algumas horas no freezer, você terá um sorvete fácil de fazer, nutritivo e delicioso para servir para sua família e amigos a fim de celebrar o lado bom da vida!

Sorvete pronto para ir ao freezer. Aqui em casa fiz uma receita adaptada

Abraço fraterno e até a próxima aventura na cozinha!

Continuar Lendo

Aprenda a fazer um delicioso hummus pink e a pasta de gergelim

Vida Saudável - Taisa Schaeffer Andrade - 8 de julho de 2015

O Hummus ou Hómus é um prato tradicional do Oriente Médio a base de grão de bico, tahine (manteiga de gergelim), alho, azeite e limão. Ele é rico em nutrientes e compostos bioativos, antioxidantes, ácido fenólico, ácido oleico, ácido láurico, flavonoides e aminoácidos. 

Também tem boas quantidades de cálcio, vitaminas do complexo B, C, E, alta concentração de ácido fólico, fornece ótimas quantidades de ferro, magnésio, potássio tornando-se um aliado na alimentação saudável.
Ou seja, esse prato é rico em fibras, proteínas, vitaminas e minerais e por isso contribui na redução do colesterol por conter fibras insolúveis que reduz açúcares, gorduras e colesterol auxiliando na função intestinal.
Um ingrediente essencial na receita do hummus é o tahine (manteiga de gergelim) que pode ser comprado nos mercados, mas que você aprenderá a fazer em casa, pois é super simples. Uma colher de sopa de tahine, cerca de 3 gramas, contém 0,7g de  fibras.
O hummus é bem versátil, pois pode ser usado em sanduíches, em uma entrada acompanhada de pão sírio ou dip de legumes (cenoura, aipo ou outro legume de sua preferência cortados em tiras) e até no café da manhã substituindo a tradicional manteiga no pão francês ou no pão integral.
Quer variar a receita e dar mais cor e sabor ao seu hummus? Na versão pink ela ganha mais nutrientes com o acréscimo da beterraba na receita. E você pode se aventurar e criar a sua versão saborosa e nutritiva dessa pasta. Se você tem uma combinação interessante conta pra gente deixando seu comentário, vamos adorar aprender com você também!
Receita Homus/Hummus
Ingredientes
  • 1 xícara de grão-de-bico cozido
  • 3 colheres (sopa) de tahine (pasta de gergelim)
  • Suco de 1 limão
  • 1 dente de alho pequeno
  • Sal a  gosto
  • 100 ml de azeite de oliva
  • Água do cozimento do grão ou água filtrada
Para a versão pink, basta adicionar ½ xícara de beterraba cozida junto ao grão de bico.
Modo de preparo
Coloque o grão-de-bico com um pouco da água (50ml) do cozimento em um processador ou liquidificador e triture bem. Adicione o tahine, suco do limão e o azeite.
Continue a bater até formar uma mistura homogênea.
Se o hómus ficar muito grosso, adicione um pouco da água de cozimento ou água filtrada.
Sirva com um pouco de um bom azeite e salsinha picada por cima.
Receita Tahine caseiro
Caso não encontre a pasta de Tahine pronta, é possível fazer em casa:
100 g de gergelim branco cru sem casca.
2 colheres de óleo de gergelim
Modo de preparo: coloque numa frigideira e toste as sementes, mexendo sempre, até começar a exalar um aroma agradável, parecido com o de amendoim torrado. Coloque no processador com o óleo de gergelim e bata por cerca de 10 minutos, ligando e desligando o aparelho e mexendo com uma espátula se necessário.

 

Bom apetite! E até a próxima receita!

Continuar Lendo

Pão de Queijo Multigrãos: simplicidade, sabor e saúde numa única receita

Vida Saudável - Taisa Schaeffer Andrade - 3 de junho de 2015

 
Produção de Taisa Andrade @cozinhadatata
A busca por uma vida saudável está cada vez maior. O difícil equilíbrio entre alimentação, exercício físico e qualidade de vida é o triângulo da vez. A cada dia surgem novas teorias, dietas, novas linhas de exercício que nos fazem ficar cada vez mais em dúvida para que lado ir. O glúten ingerido durante milhares de anos agora virou vilão. O ovo condenado na minha infância virou aliado na dieta do pessoal da academia. O leite, tão importante na alimentação nos primeiros anos de vida, já está em segundo plano.
 
Feliz desse pessoal que vive ainda no seu pedacinho de terra, com uma vaquinha, meia dúzia de galinhas e uma horta cheia de salada sem agrotóxico. Mas já que essa não é a realidade da grande maioria, vamos nos virando do jeito que dá. Planta um manjericão aqui, compra um tomate orgânico ali, escolhe o ovo caipira, o frango sem hormônio, tenta de alguma maneira melhorar o dia a dia.
 
Mantendo o equilíbrio e fazendo escolhas saudáveis podemos sim comer um bolinho caseiro, um café quentinho e um pão de queijo. E se esse pão de queijo tiver grãos e ainda for feito por você mesmo em menos de 10 minutos? Fica melhor ainda, pois a satisfação de fazer algo pelas nossas mãos não tem preço.
 
A importância da presença de grãos na nossa alimentação não é novidade. Eles melhoram o trânsito intestinal, melhoram o colesterol, ajudam a emagrecer e são nutricionalmente muito ricos em fibras e vitaminas. A semente de chia tem ômega-3, antioxidantes, cálcio, proteínas, fibras, vitaminas e minerais. O amaranto é um grão que tem carboidrato, proteínas, contém os aminoácidos essenciais ao organismo, fibras, cálcio, fósforo e selênio (nutriente com excelente ação antioxidante). Já a linhaça, a marrom e a dourada, é bastante rica em lignanas, substâncias muito semelhantes ao estrógeno e por isso chamadas de fitoestrógenos, que estão relacionadas a proteção contra o câncer de mama e à saúde dos ossos das mulheres. 

    Resumindo, essa receita contém fibras, magnésio, manganês, fósforo, zinco, proteína, ferro,  cálcio, ômega-3, antioxidantes, cálcio, proteínas, fibras, vitaminas, selênio e lignanas. Tudo de bom e saudável!

 
Vamos à receita do pão de queijo com multigrãos?
 
Ingredientes:
– 150g de polvilho azedo
– 100g de queijo meia cura
– 200 ml de creme de leite
– 1 colher (sopa) de chia
– 1 colher (sopa) de amaranto
– 1 colher (sopa) de linhaça dourada
– 1 colher (sopa) de linhaça marrom
– Sal a gosto
 
Modo de preparo:
 
– Junte todos os ingredientes e amasse até virar uma massa que você consiga moldar uma bolinha, se precisar pode colocar mais polvilho para dar ponto.

– Pré-aqueça o forno a 220°C por 20 minutos. Faça bolinhas e coloque em uma forma untada e leve para assar até ficar dourado. Rende em torno de 18 unidades.
 
– Se quiser pode congelar antes de assar, é só levar as bolinhas direto para o congelador e do congelador direto para o forno. Essa massa também pode ser mantida em geladeira por 3 dias, assim você pode assar aos poucos.  

 – Assim você terá pães de queijo com grãos saborosos para tomar com um cafezinho aromático a fim de celebrar uma tarde de inverno ou um domingo aconchegante com a família. 

– Quer ver o passo-a-passo desta receita? Acesse esse vídeo em que participei do programa Vida Melhor, transmitido pelo canal Rede Vida.

Até a nossa próxima receita 3 S: Sabor, Saúde e Simplicidade!


Para quem tem alergia ou intolerância a lactose acesse essa receita de pão de mandioquinha que já publicamos no blog. #freelactose
Continuar Lendo

Suco verde…Quero vida!

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 1 de abril de 2015

“Fazer o suco é um exercício diário de dizer a você mesmo e ao planeta: “Quero vida” (Daniel Francisco de Assis, autor do livro Suco Vivo)

 

 

Sempre que publico as fotos do suco verde no Facebook percebo que as pessoas curtem essa opção saudável de começar o dia. Mas também pairam algumas dúvidas como: o suco deve ser coado ou não? qual é a melhor receita?  Preparo no liquidificador ou na centrífuga? Por isso prometi que o próximo texto seria sobre essa maravilhosa bebida DETOX. Vamos lá, pois fazer o suco verde não é complicado e basta ter em mãos (ou melhor, na geladeira) alguns ingredientes básicos. Claro, depois desse texto, você poderá se aventurar em suas próprias criações saborosas e nutritivas e levar essa energia vital todos os dias para seu organismo.
O suco verde tem um grande poder de desintoxicação e deve ser ingerido no desjejum ou nos intervalos das refeições (li que não é aconselhável à noite). Além de eliminar as toxinas, ele promove uma alta mineralização e alcalinização do corpo. Se bem, que segundo Daniel Assis, para otimizar esse processo de alcalinização rápida ele deve ser batido de preferência sem a fruta. Mas no meu caso, sempre acrescento uma fruta cítrica ou a maçã, mas também já me aventurei e alterei a receita inserindo o suco de uva integral e o resultado foi um suco adoçado de forma natural.
Há muitas receitas, mas eu sinceramente não gosto de ficar presa a elas. Acho importante saber como se faz o suco verde padrão e depois ir variando com o que tenho disponível no momento, pois o mais importante é bebê-lo diariamente, ajudando na ingestão diária dos líquidos para o bom funcionamento do nosso corpo.  Assim, podemos ingerir 1 litro e 1/2 de líquidos por dia variando entre água, chás, suco verde ou água de coco. Ah! Sempre naturais, de preferência!
O suco verde tem como base sucos de vegetais com frutas não doces. Você pode bater chuchu, pepino, aipo, abóbora, cenoura, etc. O segundo ingrediente básico são as folhas verdes e você pode utilizar couve manteiga, salsinha, espinafre, agrião, rúcula, hortelã, acelga, as folhas da beterraba e do salsão.
Eu costumo bater no liquidificador couve, salsinha, gengibre, maçã, limão (receita básica). Mas sempre faço variações. Já bati ora com abacaxi, ora com laranja, sem fruta alguma, com água de coco, com inhame, cenoura, pepino, já inseri açafrão da terra e spirulina (um pó a base de algas que é uma excelente fonte de proteína, aminoácidos, minerais e vitaminas). Eu comprei a spirulina em pó na zona cerealista no centro de São Paulo, mas também é vendida em lojas de produtos naturais.

Na receita de hoje bati: 3 folhas de couve, chá de capim santo (que sobrou da noite passada), 1 pedaço de gengibre, 1/2 inhame ou cará pequeno e suco de 1 limão. Não ficou doce, mas estava rico de nutrientes e excelente para minha vitalidade.

O detalhe importante é que o suco precisa ser coado, e sua função principal é a desintoxicação. Você pode bater no liquidificar ou numa centrífuga se for para muitas pessoas. Para peneirar, dá para usar uma peneira bem fina ou a famosa “panela furada”, que na verdade é uma peneira feita de tecido voil que permite que as microfibras passem na coagem.
Aos poucos, vamos percebendo que ao beber o suco verde ficamos mais dispostos fisicamente e com o sistema imunológico mais forte, pois estamos suprindo nosso organismo com ferro, minerais, os compostos fenólicos, a vitamina C, a vitamina E e o betacaroteno.

Sugiro a leitura do livro Suco Vivo, de Daniel Francisco de Assis, pois nele você encontrará muitas receitas e explicações sobre a importância desse suco tão vital e detonador das toxinas do nosso corpo.
Algumas dicas importantes que retirei do livro.

 

  1. Use sempre ingredientes frescos, locais, orgânicos (quando possível). Ingredientes congelados podem ser usados, mas não diariamente.
  2. Quanto mais rápido beber, depois de preparar, melhor, Quanto mais gostoso ficar o suco, melhor, pois faz querer beber mais vezes.
  3. O suco não deve ser armazenado, Leva 10 minutos para mudar de gosto e ficar amargo.
  4. Depois de tomar o suco, espero pelo menos 30 minutos até fazer a próxima refeição.
  5. Faça o suco com amor, tranquilidade e respeito, pois ele pode mudar sua vida.

 

Nunca viu uma panela furada? Olha ela aí!

Segue o endereço para quem quiser saber mais e adquiri-la  panela furada

Agora você pode baixar em PDF o livro Suco Vivo. Ou adquiri-lo nas livrarias da sua cidade ou via compra online. Suco Vivo na Saraiva
Saiba mais sobre seu ritmo metabólico nesse texto do Doce Limão

 Abraço Fraterno!
Continuar Lendo

Suco verde, sabor pela vida!

Vida Saudável - Chirles Oliveira - 19 de fevereiro de 2015

O suco verde de hoje foi bem especial. Ele não tinha ingredientes mágicos, mas me deu muita energia, afinal de contas ele tinha muita intenção e desejo de saúde! Bati no liquidificador maçã, salsa, coentro e spirulina (um pó à base de algas que dá essa cor verde intensa ao suco).

 sucoverde2
E não tomei de manhã cedinho. Tomei à tarde, quando retornei com muita gratidão do Espaço Natureza. Todas as quartas-feiras me dou de presente algumas horas de cuidado. Um mimo, um luxo necessário para equilibrar minhas energias neste mundo tão intenso de estímulos, de estresse, de emoções conflitantes.
Juro que estou na batalha para viver uma vida mais tranquila e saudável, mas morando em São Paulo, confesso que não é nada fácil. Por isso, estou buscando constantemente voltar-me para o que realmente importa para minha saúde e longevidade.
Entretanto, percebi que apesar de levar uma vida saudável com uma alimentação mais natural, tomando suco verde, bebendo água (nem sempre faço isso como deveria), fazendo caminhada, pilates e yoga nem sempre estou com a energia alinhada e em alta.
Por que será? Parece que estou fazendo tudo certinho e na hora H…tá sempre faltando!
É que o DETOX completo tem que ser por dentro e por fora. Precisamos cuidar de muitos detalhes sempre. Dá trabalho, é difícil, exige coragem, mas não é impossível! E vale muito a pena trilhar neste caminho de VIVER BEM!
O detox externo vem do que comemos, bebemos e praticamos de atividade física. Esse tripé é imprescindível, realmente essencial para quem quer ter saúde!
Mas não menos importante é o detox interno, aquele que devemos fazer todas as noites antes de dormir ou mesmo no meio do dia quando saímos do nosso eixo ao ficarmos preocupados, tristes, chateados, emburrados, desiludidos.
Nossas emoções são responsáveis por alterar nosso sistema nervoso e imunológico. Quando ficamos com raiva, jogamos toxinas no sangue que circulará por todo o corpo infectando nossos órgãos, músculos, juntas e desalinhando nossa energia vital.
Por isso, vamos nos lembrar de fazer diariamente um detox mental, lembrando dos acontecimentos sem dar uma importância maior do que a necessária. Sem levar para o outro dia as coisas que já são passadas e que não mudarão, mas que se ficarem guardadas como mágoas poderão afetar o futuro. Mágoa é sinônimo de doença. E eu bem sei o que é passar por isso.
Então, antes de dormir, proponho que façamos o detox mais importante, o detox interior com o propósito de viver o outro dia mais leve, mais livre e feliz!
Deixo aqui minha imensa gratidão pelos cuidados que recebi hoje com tanto zelo do Mestre Paulo (acumpulturista) e da Dona Marlene (reiki). Vocês foram dois anjos na minha tarde de quarta-feira de cinzas. Namastê!
Sai do Espaço Natureza mais leve, solta e cheia de energia boa e ao chegar em casa, tomei esse suco verde intenso e delicioso!

 

Abraço fraterno!
Continuar Lendo