Felicidade

Vida com sucesso ou fracasso? Nada além do que a impermanência da vida

Se uma pessoa, nesse exato momento, te perguntasse sobre a sua vida, o que você responderia? Diria que está vivendo os sucessos que imaginou ou os fracassos que não sabe como mudar? Ou prestaria atenção aos detalhes? Uma vida de sucesso não se resume ao tanto de dinheiro que você guardou na poupança, nem se você é elogiado por todos, tão pouco se o seu nome já foi sinônimo de inteligência e apareceu em algum jornal famoso. Cada um vai interpretar a vida como conseguem enxergar. Uns olham para as situações e veem que houve muitos oceanos construídos com as lágrimas, mas que aconteceram, também, as glórias vindas de esforços que te amadureceram como pessoal e profissional. Claro que é muito difícil avaliar se somos muito abençoados ou desprivilegiados, porém podemos ter uma certeza: tudo é transitório e isso pode ser considerado um dos maiores milagres disponíveis aos seres vivos.…

O que são crenças negativas e como elas se formam?

O nosso cérebro aprendeu como deve disparar nossas atuais reações comportamentais a partir de sensações e situações que vivemos no do dia a dia, principalmente, durante a nossa primeira e segunda infância (de 0-6 e 7-12 anos). Guiado pelo instinto de sobrevivência, ele foi criando mecanismos de defesa querendo apenas nos proteger das situações e crenças negativas que vivenciamos. Tudo o que vemos, ouvimos e sentimos repetidamente ou sob forte impacto emocional cria sinapses neurais que gravam, ou guardam memórias que servem depois como comandos para enviar reações comportamentais toda vez que algo parecido acontece. Então, na prática, se você hoje tem comportamentos sabotadores como: medo de agir, de falar em público, de ter dinheiro, de ter sucesso, de ter um negócio próprio ou até mesmo de ser feliz nos relacionamentos ou em qualquer outra área da vida, você aprendeu com exemplos em casa, na escola, na convivência com outros…

Gratidão é uma ponte para o presente e para a felicidade

Qual é a relação da gratidão com a felicidade? Os estudos de Maslow apontaram que a gratidão contribui para que as pessoas reconheçam o que possuem de bom ao seu redor. Mas por que eu agradeço e ainda não me sinto feliz? Talvez a resposta venha com uma outra pergunta. Como o passado pode ficar no seu lugar? Muitas vezes, somos acompanhados de dores, sofrimentos, emaranhamentos que foram vividos há tempos e que o tempo não é, como o dito popular, o melhor remédio. O passado é parte da nossa existência, e algumas vezes, permanece vivo e atuando no presente sem que tenhamos, em alguns momentos, consciência acerca disto. Como o passado pode ficar no seu lugar? Esquecendo-o, excluindo-o, negando-o, lutando contra ele? Cada vez que nos utilizamos dos recursos citados acima tornamos o passado ainda mais forte. Por que o passado atua no presente? Ele está sempre a…

Você já descobriu o seu propósito de vida?

Somos bombardeados, todos os dias, por muitas informações. Será que essa avalanche de notícias tem nos ajudado a refletir sobre qual é o propósito da vida? Ou, pelo menos, qual é o propósito da sua existência? Pode ser que você esteja muito cansado. Pode ser que seu coração já esteja murcho de tanto ofertar amor e não ser correspondido. Pode ser que você esteja com os pés cheios de bolhas por caminhar em direção aos seus maiores sonhos. Pode ser que você esteja querendo desistir. Mas, diante de tudo isso, também é possível parar um pouco. Olhe para dentro do seu coração. Se pergunte: o que o faz pulsar mais rápido? Quais coisas que, ao serem realizadas, te trazem alegria? Será que não são essas coisas parte do sentido que está buscando? Então, por que tem tido mais medo? Por que nos ensinam que o impossível é lugar só para…

Qual o tamanho do seu sonho?

“Tudo sempre parece impossível até que seja feito” – Nelson Mandela No dia 09 de agosto, tive a oportunidade de assistir ao vivo o maior coach do mundo, Tony Robbins. Confesso que não o conhecia, que ele não estava no meu radar. Mas a mão invisível do destino dá uma mãozinha e uma amiga que foi aos EUA para vê-lo, voltou tão motivada que me inspirou a comprar o ingresso do evento aqui no Brasil. E essa experiência me fez entender sobre o tamanho de um sonho. Essa foi a primeira vez que o ícone master do coach estadunidense pisou em terras brasileiras para fazer sua palestra. Ele pulou, empolgou, incendiou a plateia de mais de 12 mil pessoas em 3 horas. Fiquei me perguntando que força é essa? De onde vem esse poder de transformar a mente de tanta gente no mundo para a realização de sonhos? O Tony…

Dia Nacional da Felicidade na Inglaterra

Você sabia que 8 de agosto é o Dia Nacional da Felicidade na Inglaterra, conhecido como NATIONAL HAPPINESS HAPPENS DAY? Bem, eu também não sabia. Só conhecia o dia 20 de março, instituído pela ONU como o Dia Internacional da Felicidade. Por que será que as pessoas precisam criar dias específicos para celebrar algo tão essencial como é a FELICIDADE? Pensei imediatamente, mas gostei muito da ideia. Na Inglaterra, criaram até uma Sociedade Secreta da Felicidade que é uma organização fundada em agosto de 1999, para fomentar e celebrar a expressão da felicidade. Assim, todos os membros são estimulados a reconhecerem seus momentos felizes e pensarem e expressarem a felicidade em sua vida diária. ⠀E o melhor, é feriado lá! Então, mais um motivo para reunir os amigos, ouvir boas histórias e construir laços afetivos com as pessoas amadas. Para espalhar a alegria de ser feliz e persuadir as pessoas…

Uma vida feliz é construída com boas relações

Depois que comecei o blog Felicidade Sustentável, parece que a felicidade resolveu inundar a minha vida. Que coisa boa, não é mesmo?! Mas, deixa eu explicar melhor …para onde olho me deparo com o tema Felicidade…são livros, projetos independentes, comunidades no Facebook, contas no Instagram, famosos como é o caso da Bruna Lombardi que está lançando o portal Rede Felicidade, ou seja, parece que o mundo vive intensamente essa busca pela tão sonhada felicidade. Bem, em uma análise simplória, a impressão que eu tenho é que há muita gente infeliz no mundo, e por esse motivo o tema se torna tão relevante. Apesar de a felicidade ser uma busca essencial desde os filósofos gregos, ela foi sendo mal interpretada e de seu princípio de bem estar, contentamento, contemplação e alegria de viver foi transformada em objeto de desejo ou em mercadoria em nossa sociedade, é só observarmos as campanhas publicitárias.…

Fazendo da felicidade um hábito

E se a felicidade fosse um hábito que pudéssemos ensinar às crianças? E é! Qualidades que nos afastam da felicidade (fortes emoções negativas) e as qualidades que nos conduzem à felicidade (ações éticas) são enraizadas nos hábitos desenvolvidos no passado. A Atenção Plena ajuda as crianças e os adolescentes a reconhecerem os hábitos que levam à felicidade e a abandonarem os que não levam. Os hábitos são fáceis de construir, difíceis de abandonar e todo mundo tem. Alguns hábitos são físicos (roer as unhas e enrolar o cabelo), alguns são verbais (usar certas palavras ou frases) e alguns são de natureza psicológica (preocupar-se, sonhar acordado, e  analisar e julgar em excesso). Repetir um hábito que reforça os circuitos cerebrais associados tornam o hábito mais forte. Quanto mais forte o hábito, mais fortes são as vias neurais, e mais fortes o esforço e a determinação necessários para quebrá-lo. Se a primeira…

Meditar e fazer o bem nos aproxima da felicidade

Muitas pessoas pensam sobre o que as tornam felizes, mas no fundo acham complicado viver esse desejo tão intrínseco no cotidiano. Atolados pelos afazeres como trabalho, estudos, trânsito, obrigações, e até a demanda com as redes sociais, a pessoas veem o dia passar e a felicidade não chegar. Mas se a busca pela felicidade é tão antiga – datada pelas reflexões de Aristóteles (384 a.C a 322 a.C) na Grécia, que afirmava que a felicidade era o maior bem do homem -, por que parece tão complicado atingir essa tal felicidade? Aristóteles afirmava que a felicidade se expressava tanto no viver bem quanto no fazer o bem, e talvez possamos descomplicar essa busca refletindo sobre essa afirmação. Quando buscamos a felicidade pautada somente no “eu”, no “ego”, no “ID” dificilmente sentiremos a felicidade autêntica ou plena, pois estamos acolhendo apenas uma parte do viver bem! No documentário A Revolução do…

Quando nos roubaram o direito de sermos sensíveis?

Quem assiste Masterchef sabe a rotina que é escutar o participante Valter falar o quanto ele não chora e como ele disse na última semana, o quanto “sempre tem uma mulher chorando!” Comentários como esse me fazem pensar, repensar e tentar entender: Quando a sensibilidade, o choro virou motivo de vergonha? A própria participante Ana, na qual Valter chamou de chorona falou que “odeia” chorar e é nítido que ela fica com vergonha de chorar, de se expressar, mas tenho me perguntado muito ultimamente: Quando é que nos roubaram o direito de sermos sensíveis?? E quando lanço essa questão não estou falando apenas das mulheres e sim dos homens também, que precisaram durante séculos e séculos vestir uma capa e uma mentira de que “Homem não chora”, pois afinal parecia que isso iria ferir sua masculinidade, besteira, óbvio. A sensibilidade, o choro é a expressão de nós mesmos quando não…

Navegue
teste