Arquivos

Baleia Azul: um grito da dor humana

Felicidade - Jared Amarante - 28 de abril de 2017

Baleias azuis são apenas animais, que não tem culpa do que os seres humanos fazem.  Mas esse nome, aparentemente delicado e inofensivo – dado ao jogo que incentiva o suicídio -, tem trazido muitas verdades: estamos num mundo de pessoas depressivas, sobretudo, os adolescentes, que em formação de caráter, são mais suscetíveis a influências. Continuar Lendo

Continuar Lendo

ESPERO QUE NÃO SEJA TARDE DEMAIS

Felicidade - Jared Amarante - 21 de abril de 2017

 

Como diz o poeta Pedro Chagas Freitas: “Há tantos amores que morreram por falta de sonho, provavelmente todosDeixamos de tentar quando deixamos de sonhar”.

Será que isso não está acontecendo com você? Até onde está indo sua coragem? Quanto a sua necessidade de manter quem não quer ficar, o que tem feito a respeito? Seus sonhos?  Ah, em que lugar eles foram esquecidos? Já pensou em reanimá-los? Afinal, você está vivo!

Sua existência clama para que você a perceba enquanto há tempo. Amores, sejam eles quais forem – o amor pelos sonhos, por alguém, por um animal -,  precisam de atenção, de carinho, de cuidados, de tempo e, principalmente, de disposição para fazer dar certo.

E esse é o grande dilema: estamos muito indispostos para fazer as coisas durarem. Talvez porque é mais fácil sair pela porta do que ficar. Talvez porque trocar de corpo é mais atraente do que apreciar um só. Talvez porque somos as vítimas bombardeadas pelas propagandas. Talvez porque nos cansamos de nos dedicar e é sempre melhor não ter obrigação nenhuma. Talvez porque não sabemos nos expressar. Talvez porque somos um conjunto de traumas. Talvez porque não sabemos quem somos.

Espero, então, que a gente, ainda nessa vida, se encontre. Pois nada é mais triste do que existir sem ter propósitos. Porque quando isso acontece, certamente, passaremos a “viver em função dos outros”. E os outros não são responsáveis por nos fazer feliz. Por isso, meu querida (o), se você tem amor por alguém, ou por si mesmo, saiba sonhar.

Mas se lembre que esse “alguém” não pode receber mais amor do que sua própria alma, provavelmente você vai entender isso um dia. Espero que não seja tarde demais.

Continuar Lendo

Toda guerra é falta de amor

Felicidade - Jared Amarante - 7 de abril de 2017

Respira-se morte todos os dias na Síria. Respira-se morte todos os dias no Brasil. Respira-se morte todos os dias dentro de nós. Mas o que está acontecendo com o mundo? Alguém consegue responder tamanha e dolorosa questão? Compreendo que a existência é mais cheia de perguntas do que respostas. Porém tem horas que parece que não vamos suportar.

Não estou me referindo só às guerras, porque elas “nunca” vão cessar, e sim sobre a nossa postura diante de tudo que está a nossa frente. Quando abrimos os olhos o que  importa se temos orgulho de mais? Quando olhamos pro outro o que importa é o que ele tem para oferecer ou o tamanho de sua ferida? Quando penso que minha vida “está confortável”, por isso cada “um com seus problemas”, será que minhas orações fazem sentido?

Deus, os seres celestiais, as energias do bem, o universo, pode até escutar minhas preces, mas não se alegram. Porque estamos sendo muito incoerentes! Não vamos honrar com os lábios, pois palavras todos dizem. Vamos honrar com o coração.

Toda desgraça nessa terra acontece quando passamos a pensar só em nós mesmos. Quando queremos ser juízes ao invés de acolher. Quando queremos despejar, em cima do mais “fraco”, nossas ideologias.

Quantos de nós, dia a dia, pergunta como o outro está? E se este responde, será que realmente estamos ouvindo? Escutar todo mundo escuta, porque ouvir é só para quem está disposto a colocar sua dor no bolso e ajudar o outro a carregar a sua.

As maiores guerras são as internas, que geram, indiscutivelmente, as externas, sejam elas grandes ou pequenas, alguém sempre sai machucado.

Olhe para dentro de si. Não há motivos para forçar alguém a seguir nenhum caminho, porque você também está tentando encontrar o seu. Por isso, pratique o perdão e a empatia. Assim teremos paz. Pois, enquanto a guerra custa tanto, a paz não custa nada.

 

Continuar Lendo

Demonstre, ou perderá seu amor

Felicidade - Jared Amarante - 31 de março de 2017

A gente sempre se pergunta o porquê de algumas pessoas serem completamente diferentes do que imaginamos. E aí fica a sensação de que o ruim é criar expectativas. Mas viver sem elas não seria, talvez, uma forma de negar o que sentimos? Mas , fique atento: demonstre, ou perderá seu amor! Continuar Lendo

Continuar Lendo

Você tem valor diante da vida

Felicidade - Jared Amarante - 10 de março de 2017

Imagem do Pixabay

Todos, em algum momento, dessa instável existência, já se perguntou o que é viver? Sentir? Se relacionar? Pode ser que sim, porém pode ser que não, e isso certamente é muito triste. Porém, sem desespero, ainda há tempo de refletir – mas talvez não haja sempre -, e perceber que dificuldades sempre vão existir, mas elas não podem tirar a graça da vida. Porque diante de uma situação você tem duas escolhas: vê-la como uma tragédia ou uma grande oportunidade.

Claro que as coisas, na prática, não são tão simples quanto gostaríamos. Contudo, o equilíbrio é o melhor caminho para todas as ocasiões, justamente por não nos permitir vacilar ao extremo. Mas e quando as pessoas não são equilibradas e querem impedir que sejamos? Demonstre amor. Porque às vezes os seres humanos só precisam se sentir especiais.

Isso nem sempre será fácil, pois vivemos em constante oscilação sentimental, tentando se encaixar em cantos onde já fomos expulsos ou, pior ainda, se recusando a aceitar que nem todas as pessoas vão nos querer bem. No entanto, o valor que possuímos – por termos uma alma repleta de talentos e chances de recomeçar -, não se perde por isso.

E se não se perde, trate de reconhecê-lo. Perceba que por mais que você faça, alguns não se importarão. Que por mais que oferte amor, muitos não retribuirão. Que por mais linda que seja a flor, ela pode feri-lo.

Portanto, vale sempre lembrar que nada está perdido, nem as coisas e nem as pessoas, por isso, vos imploro, mantenham a esperança e, por favor, saibam perdoar os outros e a si . E, simplesmente, reconheçam seu valor ilimitado diante da vida que lhe foi emprestada.

Apenas emprestada…

Então, seja grato!

 

Continuar Lendo

Aprenda a confiar

Felicidade - Jared Amarante - 7 de março de 2017

Às vezes é muito difícil olhar para dentro de nós e perceber que temos potenciais, já que, hoje em dia, existem muitas pessoas para nos desencorajar. Mas é preciso que nos lembremos que ninguém pode nos machucar tanto sem o nosso consentimento.

Todas as experiências vividas, quando somadas, tem o poder de nos fazer refletir sobre nossa confiança, autoestima e medos. Quais dessas palavras tem mais força em nosso coração? Pensar sobre isso faz toda diferença!

Sei que nem tudo na vida são flores, como já diz o próprio ditado. Porém também nem tudo são espinhos. De repente, tudo é uma questão de como enxergamos as coisas. Há situações que realmente precisam de lente de aumento? Será que não era só uma gota e nossa vontade de ter o controle de tudo fez daquela situação uma tempestade?

Nunca será tarde para nos conectarmos com o melhor que há em nossa alma, explorando caminhos novos, ouvindo outras canções, viajando para lugares nunca antes imaginados, comendo coisas exóticas ou, simplesmente, observando a lua. Ao fazermos coisas pequenas, as grandes se manifestarão, pois é sempre o micro que se funde com o macro.

O universo é o macro, nós o micro. Está na hora de buscarmos essa sintonia, esse encaixe. Tudo que precisamos entender é que a vida é uma infinita caminhada, onde os ciclos começam e terminam, mas atos de coragem e extrema confiança são imprescindíveis à vida.

Naqueles momentos em que você achar que não vai suportar, por favor, lembre-se dos motivos que o trouxe até aqui. E, de todo seu coração, reflita profundamente sobre o que diz o escritor Victor Hugo: “Seja como os pássaros que, ao pousarem um instante sobre ramos muito leves, sentem-nos ceder, mas cantam! Eles sabem que possuem asas”.

Continuar Lendo

Somos todos aprendizes

Vida Saudável - Jared Amarante - 3 de março de 2017

Há muitos motivos pelos quais uma pessoa sai de nossa vida ou nós saímos da vida dela. Mas, há dois deles – a morte ou o término de uma relação -, que machucam muito. Mas, lembremos, somos todos aprendizes. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Não procure o amor

Felicidade - Jared Amarante - 17 de fevereiro de 2017

Sabe por que você não encontra o amor da sua vida? Já se perguntou isso? Encontrou a resposta? Certamente é porque você está procurando, desesperadamente, aquilo que não se busca, mas se encontra, se esbarra, tropeça, se reconhece e, com a afinidade de duas almas, nasce esse sentimento.

Quando estamos, de maneira descontrolada, por medo da solidão, ou achando que a vida só faz sentido se tivemos alguém, buscando por um amor, com certeza vamos nos frustrar. Porque um sentimento como esse não está à venda nos supermercados. Não vem na cesta básica da empresa. Não está no bingo ou na loteria. Muito menos chega até nós sem que estejamos dispostos a sacrifícios.

Sim, o amor requer sacrifícios, mas não a ponto de duas pessoas estaremos juntas e, de mãos dadas, sentirem-se mais sozinhas do que acompanhadas. Mais tristes do que felizes. Mais esquecidas do que lembradas. Mais toleradas do que amadas. Será que você não vive uma relação assim? Isso não é amor. É carência! É dependência! É desperdício!

Entenda que nem tudo na vida está previsto. Algumas coisas vão nos surpreender e, mesmo que você ache que tem que continuar buscando, perceberá que não. Pois se estiver insanamente atrás do amor de sua vida, não perceberá os sinais do caminho, ou seja, quando relaxar em suas buscas, as energias irão fluir melhor. Experimente!

Cuidado para não ficar sufocado tentando encontrar o amor, porque se a tensão for muita, vai apenas aparecer desencontros e desilusões. Por isso, lembre-se: tudo que depositamos nossa energia irá crescer. Então não deixe crescer seu desespero por ter alguém, ou nunca vai encontrá-lo.

 

Continuar Lendo

Não mate leões, trabalhe com amor

Felicidade - Jared Amarante - 27 de janeiro de 2017

Toda relação deve ser boa o bastante para fazer as pessoas crescerem. E quando falamos da área profissional, ser bom não é o suficiente, porque pode nos tornar pessoas acomodadas. Por isso, então, é imprescindível sermos excelentes. Pois, desta forma, seremos capazes de enxergar nossos potenciais com visão de águia. Porque quem deseja alçar voos altos não pode se contentar em ter um bom relacionamento com o trabalho. Continuar Lendo

Continuar Lendo

Você não quer ou não sabe amar?

Felicidade - Jared Amarante - 27 de dezembro de 2016

Já cansei de ouvir pessoas dizendo que o amor caiu na rotina, que não era para ser, que aquela não era a pessoa certa, que o destino quis ao contrário. É tão fácil dizer essas coisas, né? Difícil mesmo é se colocar como responsável por sua própria existência e sentimentos. Porque quando se ama não tem desculpas, e sim desejos de fazer dar certo. Afinal, a vida é uma só. Você não quer ou não sabe amar?

Não tente provar a si mesmo que você é perfeito ou que precisa de alguém com esse mesmo status, porque isso é navegar em ilusão. E, sinceramente, príncipes e princesas só existem nos filmes, e até lá, eles, em algum momento se machucam, percebendo, então, que o amor é um sentimento que requer sabedoria, sacrifício, metas. Porque no dia em que você amar de verdade, tenha certeza, você lutará por isso.

Estamos cansados, ou deveríamos estar, de tanto comodismo nos sentimentos. As pessoas brincam de amar, mas se esquecem de que isso destrói, corroí e mata os sentimentos. Porque até um doce saboroso, se estiver num recipiente sujo, irá azedar. Ou você espera que seja o contrário?

É preciso perceber que não temos o direito de fazer as pessoas desacreditarem do amor só porque fomos feridos. Quem nunca foi? É preciso ter mais amor do que orgulho. É preciso se pertencer antes de querer ser de alguém. É preciso se doar. Se importar. Perceber que o amor não é só um coração, mas dois que olham para o mesmo horizonte.

Todo mundo, ou pelo menos assim parece, quer uma pessoa para dividir os sonhos, as noites frias, as primaveras, as dores, as lágrimas, os sorrisos e, por fim, uma vida toda. Mas se você não quer ou não sabe amar, procure descobrir o que realmente deseja. No entanto, por favor, não culpe as pessoas, porque o destino é uma questão de escolha.

Continuar Lendo