Gui Barreto

10 Posts Back Home
Gui Barreto é jornalista, roteirista e tem quatro livros publicados. Sua carreira começou aos 17 anos quando publicou seu primeiro livro, em Portugal. Hoje é um colunista do Felicidade Sustentável, sempre escrevendo sobre sentimentos e comportamento.

Porque amar requer coragem

A gente vive se perguntando quando vai viver um amor de verdade. Mas quando é que nos questionamos sobre o que é esse sentimento e os desafios que ele impõe para existir? Ao longo da vida, principalmente dos relacionamentos, vamos tentando descobrir o que é preciso para amar e se sentir amado. Há inúmeras formas de imaginar isso, porém quando existe amor, simplesmente, os rótulos, padrões, certezas e egoísmo desmoronam para dar espaço ao outro, para que este floresça. Porque amar não é aprisionar. Um sentimento tão grande, também requer uma coragem imensa para crescer, já que estamos numa época onde as pessoas preferem descartar do que permanecer. E é aí que está a grande questão, porque o amor não pode estar presente em lugares onde não há cuidados. E cuidar é um desafio, uma vez que ao mergulharmos numa relação, com certeza, muitas coisas vão mudar. O outro é…

Escolha viver, apesar de tudo

Antes que setembro – mês internacional de prevenção ao suicídio -, termine, vale algumas reflexões: o que estamos fazendo nessa terra? Quais nossos propósitos? O destino é uma questão de escolha? Não seria a vida uma escola para aprendermos os mais sublimes sentimentos como cuidado, amor e fé? As estimativas mostram que mais de um milhão de pessoas se matam todos os anos e 23 morrem no Brasil todos os dias. Por que isso acontece? Por que alguém decide ceifar sua existência que parece tão bela? Esse é o ponto chave, isto é, acharmos que as pessoas estão felizes só porque há sorrisos em suas fotos. Achar que realizam seus sonhos só porque fazem aniversário e recebem abraços em rodas de parabéns. Achar que não precisam ser ouvidas só porque sempre se mostram fortes. Pensando sobre essas hipóteses, simplesmente, conseguimos ser empáticos, colocarmo-nos no lugar dos outros e se perguntar:…

Eu sei que dói, mas passa

Há momentos em que o sorriso terá dificuldades para se mostrar. As esperanças, que pareciam vivas, não terão a mesma chama acessa. Os olhos, de tão embaçados, vão custar a enxergar uma saída. O coração, dentro do corpo cansado, sentirá que é inútil existir. Essas sensações são normais, fazem parte de uma existência onde nada é perfeito e nunca será. Pessoas são levadas. Acumulamos decepções e ilusões. Verdades são ditas e expectativas contestadas. Mas tudo que experimentamos, com certeza, cresce nossa bagagem existencial, nos permitindo compreender qual a distancia entre nós e a felicidade. E a felicidade é um sentimento, por vezes, particular. Ninguém, por mais que nos massacre, pode tirá-la de nós. A vida não é fácil para nenhum ser humano, animal ou vegetal. E todos, em algum momento, já sentiram algum tipo de dor. Porém não há problemas nisso, mas muitos problemas virão se você alimentar o que…

Acho que você precisa se perdoar

Sei que há dias em que estamos profundamente cansados, crentes e descrentes, ansiosos e calmos no mesmo espaço de tempo, entre outras milhares de sensações que assolam o coração e tira o sono. Se você tem vivido assim, será que não é hora de refletir o porquê sente-se tão perdido no tempo? Talvez lhe falte algo muito importante: a capacidade de perdoar a si mesmo por erros que não desejou. Mas não foi isso que lhe fez evoluir? Como é possível acertar sem errar? Como é possível ter sabedoria sem experiências ruins? Como é possível perceber que a luz é necessária quando nunca se andou na escuridão? Como reconhecer que reclamar não transforma sem, antes, olhar para as coisas e sentir, no mínimo, um pouco de gratidão? Não estamos aqui por acaso. Existimos para, mais do que perdoar alguém, perdoar a nós. Porque a culpa pode matar nossos potenciais. A…

Tem gente que descarta corações

Olhamos para a sociedade e pensamos: estão todos perdidos? Estão todos descartando uns aos outros? Estão todos vivendo realmente como gostariam? Estão todos em paz com sua consciência? Estão todos aproveitando as oportunidades? Estão todos conhecendo o amor? São inúmeras perguntas que rodopiam na mente dos contemporâneos. Sim, nós, pessoas tão ocupadas, aceleradas e pressionadas pelo sistema, onde ter mais é melhor do que manter a qualidade daqueles que nos cerca. E triste é pensar que estou me referindo a seres humanos. Vivemos a era da velocidade, onde nada parece ser feito para durar, nem mesmo aqueles que tocaram nosso coração. Quantas vezes achamos que aquela amizade seria para sempre? Quantas vezes trocamos votos eternos? Quantas noites fizemos promessas de uma vida juntos até que a morte nos separe? Vimos muitas pessoas partirem sem explicar o porquê, tal como não se tem uma resposta exata para essas perguntas. Simplesmente as…

Leite vegetal de amêndoas e ricota vegana: fácil e saboroso hummmmm!

Oi gente FELIZ!?! Estou muito contente pelo convite da Chirles..tão querida !! envolvida  e movida a mudanças! Gosto muito disso também ainda mais quando se fala em mudar paradigmas, conhecer outras formas de se fazer as mesmas coisas.. Amo escrever e será uma honra partilhar devaneios, pesquisas, receitas  e a possibilidade em repensar  ações que nos levem a um caminho para um mundo mais leve, limpo e cheio de “felicidades sustentáveis”.. Nossa..me empolguei e nem me apresentei. Eu sou Lana Barbieri e trabalho com comida de verdade. E vim aqui não para falar de paradigmas, mas sim..de comidas..comida honesta..comida com sabor..comida que a gente se inspira no amor pela Terra seus sucos e seus sumos. Vamos falar um pouquinho de leites de vegetais? Que tal? Esse líquido que causa tanta estranheza e resistência e que todos acham complicado, difícil e acham que faz tanta sujeira na pia. Agora vou te…

A vida está passando. E como você está?

Fico olhando para as coisas ao redor enquanto minha mente, talvez a sua também, se pergunta o que estamos fazendo aqui e por quanto tempo estaremos de olhos abertos. A vida é essa coisa mágica, inexplicável, mas rápida. Fugaz o suficiente para nos deixar inquietos acerca de como temos visto a existência passar. Tenho a impressão de que, diante de tantas tarefas cotidianas, muitas pessoas e sonhos vão ficando para trás. Talvez tenhamos muitas obrigações que nos impedem de ver o essencial, e às vezes o essencial poderia mudar aquilo que nos machuca. Infelizmente vivemos sob o controle do: “faça isso”, “vista aquilo”, “passe na prova para tal cargo”, isto é, acumule coisas, porém corra o risco de perder pessoas, sonhos, sentimentos, evoluções. Simplesmente porque colocam sobre nossos ombros obrigações que são felicidades falsas, melhor, passageiras. Deixar uma marca positiva no mundo é saber que para alguém você foi especial.…

Aprenda a confiar

Às vezes é muito difícil olhar para dentro de nós e perceber que temos potenciais, já que, hoje em dia, existem muitas pessoas para nos desencorajar. Mas é preciso que nos lembremos que ninguém pode nos machucar tanto sem o nosso consentimento. Todas as experiências vividas, quando somadas, tem o poder de nos fazer refletir sobre nossa confiança, autoestima e medos. Quais dessas palavras tem mais força em nosso coração? Pensar sobre isso faz toda diferença! Sei que nem tudo na vida são flores, como já diz o próprio ditado. Porém também nem tudo são espinhos. De repente, tudo é uma questão de como enxergamos as coisas. Há situações que realmente precisam de lente de aumento? Será que não era só uma gota e nossa vontade de ter o controle de tudo fez daquela situação uma tempestade? Nunca será tarde para nos conectarmos com o melhor que há em nossa…

Aprenda a ser forte e voe!

Antes de escrever essa crônica, pensei na profundidade contida na frase do escritor Antoine de Saint-Exupéry, que disse: “É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas”. Pensando no que foi dito acima, pergunte-se: quantas larvas tenho suportado? Será que não percebemos que a vida é um enorme espetáculo? O que está acontecendo de tão doloroso que não vai passar? Quantas vezes você pensou que não suportaria isso ou aquilo e, de repente, se viu cheia de força e com a esperança renovada? É necessário entendermos que para tudo há um propósito e um tempo, mas que a nossa pressa – numa sociedade tão veloz e consumidora -, tem destruído a beleza de muitas coisas. Você não tem essa sensação ao observar as pessoas ou sua própria rotina? Já pensou que a cada dia temos a oportunidade de fazer algo diferente, porém não precisamos esquecer,…

Não olhe para trás, por favor

O que temos aprendido nessa vida? Qual nosso real propósito em acordar todos os dias? Temos sentido como é magnífico respirar ou estamos sempre no automático? As perguntas representam o primeiro passo para transformação. Já pensou, então, no que precisa mudar hoje em sua rotina? Pense que este é um novo tempo, onde seu coração cansado está precisando, com toda urgência do mundo, de recomeços. Porque o velho às vezes limita, machuca, e enfraquece nossos dons, fazendo-nos achar que não temos potencial para o que sonhamos, que não temos propósito de vida. Não veja, jamais, a mudança como algo ruim, embora possa parecer assustador. Mas, lembre-se de que as energias infalíveis do universo estão a favor do que você pensa, sente e emite, pois é isso que retornará a você.  Tente evitar sentir medo, porém se essa sensação permanecer, por favor, não pare. Há milagres acontecendo a cada minuto. Novas oportunidades,…

Navegue
teste