Você não quer ou não sabe amar?

Já cansei de ouvir pessoas dizendo que o amor caiu na rotina, que não era para ser, que aquela não era a pessoa certa, que o destino quis ao contrário. É tão fácil dizer essas coisas, né? Difícil mesmo é se colocar como responsável por sua própria existência e sentimentos. Porque quando se ama não tem desculpas, e sim desejos de fazer dar certo. Afinal, a vida é uma só. Você não quer ou não sabe amar?

Não tente provar a si mesmo que você é perfeito ou que precisa de alguém com esse mesmo status, porque isso é navegar em ilusão. E, sinceramente, príncipes e princesas só existem nos filmes, e até lá, eles, em algum momento se machucam, percebendo, então, que o amor é um sentimento que requer sabedoria, sacrifício, metas. Porque no dia em que você amar de verdade, tenha certeza, você lutará por isso.

Estamos cansados, ou deveríamos estar, de tanto comodismo nos sentimentos. As pessoas brincam de amar, mas se esquecem de que isso destrói, corroí e mata os sentimentos. Porque até um doce saboroso, se estiver num recipiente sujo, irá azedar. Ou você espera que seja o contrário?

É preciso perceber que não temos o direito de fazer as pessoas desacreditarem do amor só porque fomos feridos. Quem nunca foi? É preciso ter mais amor do que orgulho. É preciso se pertencer antes de querer ser de alguém. É preciso se doar. Se importar. Perceber que o amor não é só um coração, mas dois que olham para o mesmo horizonte.

Todo mundo, ou pelo menos assim parece, quer uma pessoa para dividir os sonhos, as noites frias, as primaveras, as dores, as lágrimas, os sorrisos e, por fim, uma vida toda. Mas se você não quer ou não sabe amar, procure descobrir o que realmente deseja. No entanto, por favor, não culpe as pessoas, porque o destino é uma questão de escolha.

Deixe seu comentário

Navegue
teste